domingo, janeiro 06, 2008

estado da minha alma...

Na última semana de 2007 estava mentalmente preparando o meu 1º post de 2008 e veio-me a ideia de mudança – mudar de Vida. No entanto, uns dias depois, num dos meus momentos de reflexão lembrei-me que estaria a dizer uma grande palermice.
Afinal ...Hoje... Amanhã é sempre o primeiro dia do resto das nossas vidas.
Isso, a Vida – é um todo, um conjunto de tantas emoções, sentimentos. Entre eles destaco a Amizade. Com amigos conseguimos sobreviver, ultrapassar agruras e momentos menos bons.
O problema é esse… onde têm andado os meus amigos? Nem devia estar aqui a pensar nisso, é demasiado pessoal para trazer em público, mas… infelizmente é a realidade.
Todos sabemos que a vida não está fácil. Também sabemos que cada dia, as pessoas no geral, olham cada vez mais para o seu próprio umbigo. É triste ter de o admitir, mas já que estou a ser sincera há que dizer as verdades até ao fim.
Quem sabe os tais Amigo/Amiga que eu estava habituada a poder contar para os bons e maus momentos estará também a passar por uma vida difícil, que não lhe permite dar-me atenção!
Não vou aqui e agora analisar o que está a acontecer…mas, a realidade é muito triste e estou a ressentir-me com alguns afastamentos.
Construo, o meu Mundo, com aprazível sentimento e pensamento…por isso, sofro!
Tenho a consciência tranquila e digo-o aqui em público, algumas das pessoas que me lêem até fazem parte do meu círculo de Amigos e não tenho qualquer problema em admitir esta crua realidade.
A «eles» próprios já me tenho queixado pelo afastamento, eu é que continuo a telefonar, procurar, insistir…até que me sinto mal por continuar a acalentar algo que parece já não existir.
…com esta conversa fugi ao tema inicial, de começo de Novo Ano.
Por norma na minha vida não gosto de seguir calendários de forma muito rígida. A prova é que estive no início de Novembro a visitar alguns familiares no norte de Portugal e fizemos um almoço conjunto num sábado e eu mesma disse que «aquele almoço era o meu almoço no dia de Natal». Fiz entrega de prendas, sem estar à espera da tradicional «troca» como é habitual. É assim que eu «vivo» os meus momentos especiais, sem datas pré-estabelecidas.
Não quero sequer pensar que a Amizade de algumas pessoas caia no esquecimento; se o penso, sofro por antecipação, mas…neste momento não penso, sinto-o e isso é bem pior.
Eu acredito em recomeços. Não necessariamente a 1 de Janeiro. Também acho que a vida pode ter muitos começos. Sempre que tivermos vontade de mudar, e isso é bom sinal. Sinal que estamos dispostos a corrigir os nossos erros, a firmar as nossas crenças, a ser melhores pessoas e isso só se consegue deixando muito coisa para trás.
Balanços... para quê? A VIDA CONTINUA pura e simplesmente.

Tal como nesta bela imagem, é assim que eu quero continuar, seguindo rodeada de Amigos/as.
A solidão mata.

Etiquetas:

26 Comments:

At 6/1/08 19:21, Blogger klol said...

Almada, terra das promessas...

visite www.jsdalmada.blogs.sapo.pt e conheça a vergonha que ocorre presentemente nos bairros camarários do Feijó e Laranjeiro.

Viver Almada, vivê-la Juntos.

 
At 6/1/08 20:23, Blogger Oris said...

Amiga Kalinka

Li que estavas doente e depois vim aqui ver se sabia mais alguma coisa.

Dei-me, com este teu desabafo. Os amigos estão sempre presentes. Muitas vezes, se calhar, como eu, limitam-se a ler e não deixam comentários.

Sempre que precisares eu estou por aqui, diz alguma coisa.

As melhoras e boa semana.
Beijitos

 
At 6/1/08 21:37, Blogger kurika said...

Amiga Kalinka, vim abraçar-te e dar-te um beijo na testa!

Sabes, este foi um período algo conturbado, pelo menos para mim!
As festas "roubaram-me" todo o meu tempo e andei ausente da net e da blogosfera.

As famílias, estas também amigas, são como uma sanguessuga...absorvem-nos totalmente...e às vezes, deixamo-nos ir na corrente...porque também sabe bem!

Não fiques triste. A tua casa é um aconchego, as tuas histórias são um "must"... e tudo vai voltar ao normal...tu sem tempo para "falares" com todos!!!

Aquele xi

 
At 6/1/08 22:07, Blogger Zé Povinho said...

Cara amiga
Fiquei a saber que estavas doente e naturalmente vim aqui para me inteirar da gravidade. Espero que a recuperação esteja a correr bem, e acho que talvez não haja nenhuma razão especial para que alguns, como eu aliás, tenham deixado de realizar as costumeira visitas logo após o princípio de Dezembro até agora, pela simples razão de que é uma época do ano muito preenchida. Nesta altura começa tudo a voltar ao normal e tudo começa a ficar normal, acredita.
Os amigos estão sempre presentes mesmo quando não os vemos.
Abraço do Zé e contunuação da melhoras.

 
At 6/1/08 22:23, Blogger Mocho-Real said...

KALINKA:

Soube, no blogue do Zé povinho, que entraste o ano com uma broncopneumonia. Como lamento!
mas vais ficar boa logo, logo, vais ver... tens é de tomar muitocuidado e seguir à risca a medicação. OK?

Desejo-te TUDO DE BOM e não te entristeças com coisas ligadas ao mundo dos blogues. Eu, já me deixei disso!

Um grande abraço e as melhoras rápidas e seguras.

 
At 6/1/08 22:29, Blogger Maria Luar said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 6/1/08 23:10, Blogger Pena said...

Olhe, Doce Amiga Kalinka:
Se há pessoa que reconheço como amiga, essa pessoa é você.
Merece todo o meu carinho, dedicação e presença. São verdades inequívocas, sentidas, sinceras e profundas, acredite?
Por vezes, a vida das pessoas não consegue estabelecer prioridades ou a busca do seu lindo sentir, por razões que desconhece, mas esforço-me por estar dentro do razoável nos comentários que faço o mais atempadamente possível e que posso.
Necessito de descanso porque a minha actividade laboral não se compadece com estas razões que desconhecem ou ignoram.
Comento-a sempre que o tempo mo permite, a vontade me assiste e o Sentir acalenta e incentiva.
Sei que merece e, por isso, peço-lhe que me desculpe.
É talentosa. Terna. Carinhosa e magnífica como decora os seus lindos Posts de encanto e beleza.
Compreendo a sua revolta, tentarei ser mais assíduo, mas peço-lhe um favor, quando POstar dê-me um toque. Desculpe!
Venho a correr aqui. OBRIGADO!
É linda!!!!!!!!!!!!!!!!
Beijinhos de amizade pura e inequívoco bem-estar para si e para os seus.
Sempre a lê-la com encanto e delícia.
Ao dispõr

pena

 
At 6/1/08 23:51, Blogger Maria said...

Às vezes precisamos de estar sozinhos para nos reencontrarmos, para respirarmos....

As tuas melhoras, Kalinka.
Abraço

 
At 7/1/08 07:05, Blogger Mãe e filho said...

Ainda ontem estava eu a comentar com o meu marido sobre o não puder contar com ninguém. Hoje em dia o mundo está de tal forma egoista que acabamos por olhar apenas para o nosso umbigo, esquecendo quem nos quer bem. Apesar de eu estar longe e muitas vezes ausente podes saber que estou do tu lado. Isto d começar tudo de novo nem sempre é facil, por isso é que tenho andado tão longe de tudo e todos. Bjs

 
At 7/1/08 11:11, Blogger as-nunes said...

Bom dia, Kainka
Tens toda a razão quanto a essa sentida reflexão sobre os amigos. Eu acredito na amizade, mas pouco. Acontece com demasiada frequência que a vida de cada um de nós é muito mais complicada do que se possa imaginar. De modo que quando julgamos contar com este ou aquele amigo ele não está disponível no momento em que dele precisaríamos.
A vida é mesmo assim. Mas a amizade existe, os amigos podem ajudar-nos de variadas maneiras. Bastaria que cada um de nós tentasse dar um pouco mais do seu "precioso" tempo a cultivar essas amizades.
Entramos assim num ciclo vicioso. E daqui está difícil sair.
Desejo-te um bom 2008.
António

 
At 7/1/08 11:33, Blogger quintarantino said...

Li não sei onde, e se calhar nem é o mais relevante, que andou de saúde abalada. Espero que a recuperação se faça em pleno!

Quanto aos amigos, estou como quem por aqui escreveu... sómente nas horas mesmo más é que sabemos quem eles são. Os outros, evaporam-se!

 
At 7/1/08 12:11, Blogger Nilson Barcelli said...

A mudança deve ser feita quando ela é necessária e não porque se está num novo ano.
Para haver amizade são necessárias 2 pessoas amigas. Por vezes, confundimos conhecidos com amigos...
Boa semana, beijinhos.

 
At 7/1/08 15:06, Blogger margusta said...

Amiga Kalinka,
..venho deixar-te um beijinho aqui neste espaço...Espero que estejas bem melhor!
Não gostei nada da tua tosse!...Cuida de ti Amiga!

 
At 7/1/08 17:23, Blogger ShinningMoon said...

Aqui vai um abraço desta "Amiga Virtual"...
Bjitos.

 
At 7/1/08 18:37, Blogger DE-PROPOSITO said...

Balanços... para quê? A VIDA CONTINUA pura e simplesmente.
-----------
é isso, a vida continua,... até um dia.
fica bem.
E a felicidade por aí.
Manuel

 
At 7/1/08 22:40, Blogger Acordomar said...

Espero que já estejas melhorzinha.
E a vida tem tudo isso... mas cá estamos com estes amigos, nao é?

Beijinhos

 
At 7/1/08 23:41, Blogger Alexandre said...

Os flamingos apadrinharam este ano de novo esta pequena zona do globo. É um êxtase observá-los... quando eles querem.. porque há dias em que lá vamos e eles não estão lá!

vem isto à conclusão que nada na vida deve ser levado muito rigidamente! Levemos as coisas com calma e usufruamos do dia a dia!!!

Muitos beijinhos, Kalinka!!!

 
At 7/1/08 23:42, Blogger LopesCa said...

Vim aqui parar ao passear mas tinha de te deixar uma palavra de amizade.
Voltarei :)

 
At 8/1/08 07:39, Anonymous espelhodesombras said...

Olá Kalinka, é realmente mais ou menos correto o teu texto, afinal: quem amigo tão amigo, para entrar no caixão comigo/ quem pagará a flores, se eu me morer de amores (Vinicius)...
Grande abraço
João Costa Filho
http//espelhodesombras.blogs.sapo.pt

 
At 8/1/08 17:49, Blogger Amaral said...

E fazes bem em pensar assim.
A imagem é elucidativa, mas tudo o que dizes atrás é a outra face da verdade e dói profundamente quando sentimos o afastamento de certos amigos...
No entanto, a vida continua. Com balanços ou sem balanços!...

 
At 8/1/08 19:06, Blogger Je Vois la Vie en Vert said...

Só passei para te desejar "As melhores" porque li que estavas doente no blog da tua prima.
Gostaria muito de comentar os teus artigos mas infelizmente regressei ontém à noite da minha terra e estou super-ocupada !
Um beijinho verdinho

 
At 8/1/08 19:53, Blogger PoesiaMGD said...

Sentir que estamos a perder amigos é muito complicado. Não coseguimos sobreviver sem eles!
Bjs

 
At 8/1/08 20:34, Blogger amigona avó e a neta princesa said...

Estamos aqui amiga...acredita que estamos aqui...para o que precisares...

 
At 8/1/08 20:51, Blogger Ana said...

Vim deixar um beijinho com amizade. Dizer-te que, muitas vezes, mesmo na ausência das palavras, estou presente em pensamento.

 
At 8/1/08 23:54, Blogger Kalinka said...

Os únicos bens duráveis, imutáveis e sem preço, são o afecto e a solidariedade que se sentem pelas pessoas queridas...

 
At 9/1/08 08:42, Blogger Paula Raposo said...

Concordo no geral contigo. Detesto seguir o calendário. Tanto que comecei o meu novo ano, antes da data imposta. Existem começos e começos. Nos recomeços é que não acredito. Mas isso sou eu. Beijinhos para ti.

 

Enviar um comentário

<< Home