sexta-feira, dezembro 08, 2006

Simplesmente...Nada

Um quarto vazio
Minha alma
Paredes brancas e tristes
meu olhar embriaga o meu ser
nas noites frias de solidão
anestesiada de sofrimento
já não sinto dor alguma
estou amarga, sim,
amarga e sozinha
sinto-me como se não tivesse identidade,família, passado.
E o futuro?
Este já nem sei se vou vivê-lo.
Tudo que possuo é esta solidão que acorda e adormece comigo
na cama inundada de lágrimas.
Ponho uma música antiga
que me encoraja a recomeçar
mas estou fraca,
fraca como nada.
Me olho no espelho
e tudo que vejo é uma moldura envelhecida,
sem nada para mostrar,
sem nada para falar,
simplesmente nada.

34 Comments:

At 8/12/06 09:36, Blogger rouxinol de Bernardim said...

Que o Natal seja todos os dias!, nos dias bons e nos menos bons e que o baixo astral seja banido para sempre!

Eu o decreto e mando promulgar!!!

Força Menina (Avó)!!!

Deus é grande! Há que olhar em frente!

 
At 8/12/06 12:23, Blogger segurademim said...

... pois comigo tem dias! uns lá em cima outros cá em baixo


espelhos à parte, gosto da minha imagem reflectida nas calmas águas do lago

bom fim-de-semana :*

 
At 8/12/06 16:24, Blogger mfc said...

Não gosto que fales assim!
Toma um sorriso daqui, tá?!

 
At 8/12/06 18:16, Anonymous Anónimo said...

Eu entendo.*
Garanto que passa.
É preciso estarmos sózinhos para nos encontrarmos. Por mais cruel que pareça, é assim... :)

Beijinho
Maria

 
At 8/12/06 18:18, Blogger JotaCê Carranca said...

Nunca ninguém é nada.
Visita-me e lerás a companhia.
Beijos

 
At 8/12/06 18:49, Blogger peciscas said...

Ó menina, não podes ser tu a falar assim.
A gente não quer e não deixa, ouviste?
Vamos lá abrir essa porta e esse sorriso!

 
At 8/12/06 19:29, Blogger Velutha said...

Deixo-te um beijinho e desejo um bom fim de semana.

 
At 8/12/06 20:04, Blogger Luis Duverge said...

Viemos da natureza e é com ela que podemos recuperar. A alegria de viver está dentro de nós ...posso convidar-te para um passeio pela natureza ...anda daí.
Até já.

 
At 8/12/06 20:57, Blogger MiaHari said...

A moldura não envelheceu, não!
Aquilo que és, que tu és, jamais alguém poderá tirar-te!

Se gostares de ti, Kalinka, verás que tens uma riqueza que muitos não têm: uma casa onde te recolheres, roupas que te agasalham, natureza que te alimentará o corpo e a alma, família e amigos que gostam de ti!
E, acima de tudo, experiência e saber de vida... que a muitos falta para que possam ensinar-te alguma coisa!
Gosta de ti, minha amiga! Ás vezes é difícil mas, consegue-se!
(desculpa o meu atrevimento...mas também sei o que são momentos de desânimo...).
Beijinho, vira ao contrário a tabuleta que penduraste na porta, pode ser?

 
At 8/12/06 21:16, Blogger amigona said...

Não sei...não sei como dizer mas,amiga, olha à tua volta e - acredita - há tanta gente a precisar de ti!!! Não lhes voltes as costas...Vai à luta, ensina-os a viver! Beijo, querida...

 
At 8/12/06 21:30, Anonymous Papagueno said...

Então minha amiga, isso hoje está em baixo. Posso dar um conselho? Procura a tua neta, nada como o sorriso de uma criança para alegrar o nosso dia, além disso hoje já foi o dia da mãe. Um abraço e bom fim de semana.

 
At 8/12/06 22:02, Blogger Crónicas de Ariana said...

Há momentos assim... de tristeza, de angústia, de pessimismo... parece que o futuro não existe e o presente está a ser aterrador...
estes dias tenho-me sentido assim, não tem sido fácil ultrapassar. É dificil mostrar a coragem que não tenho, para que os outros não sofram por me ver assim.

BJS

 
At 8/12/06 22:44, Blogger AS said...

Daqui, onde um temporal assola as águas e o vento sopra violento por entre os edificios desta cidade abraçada pelo Douro, te envio um abraço de força e de coragem Querida Amiga!
Já mostraste que tens a determinação que é preciso para vencer os momentos mais adversos!

 
At 8/12/06 23:25, Blogger Capitão-Mor said...

A nossa vida é feita de altos e baixos, não é verdade? Esse momentos de melancolia e tristeza faz-nos apreciar melhor os momentos mais alegres.

 
At 9/12/06 00:18, Blogger Laura Lara said...

Então Kalinka?
Tens tantos amigos a mimar-te. Cheer up, please.
Um bom fim-de-semana e muitos beijinhos beirenses

 
At 9/12/06 02:10, Blogger Ana said...

Cito de memória...

"Não sou nada. Não posso querer ser nada.À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo"... Fernando Pessoa.


Um beijo, Kalinka, e que regresses com muito para mostrar do muito que tens em ti.

 
At 9/12/06 05:03, Blogger Eli said...

Guardo a "imagem" dos teus posts sempre com muito sentimento e é de louvar que existam pessoas sensíveis e com vontade de escrever sobre os seus sentimentos!
No entanto, eles podem transbordar emoções que nos deixam tristes e sair desse estado de alma é bastante difícil! Venho, portanto, dar a minha mão e o meu apoio! Sei que não estou sempre presente, nem nada parecido, mas eu lembro-me de cada um e agradeço dos que se lembram de mim também! Obrigada pelo apoio nem sempre retribuído!

Perdi-me também nesta música...

:)

 
At 9/12/06 08:21, Blogger rui said...

Olá Kalinka

Vamos, força, animo!

Bom fim-de-semana

Beijinhos

 
At 9/12/06 13:25, Anonymous Anónimo said...

Eu, outra vez.
Se já leu este texto, relembro algumas partes:

O Poder da Aceitação "é uma força incrível que o homem tem dentro de si: aceitação é o único estado que lhe permite compreender as experiências pelas quais está passando"

"E se eu aceito o que eu vivo, se eu aceito o meu momento, eu relaxo e tranquilizo o meu coração...E agindo assim, possibilito que as forças do bem, as poderosas forças do bem, ajam a meu favor"

"E eu não quero aqui um bando de tolos, que acreditam que não podem mudar as suas vidas..."

"Quando perceberem a aceitação poderão subir nas pedras e ver o horizonte, poderão apreciar o caminho porque terão paz dentro de si"
"O Poder da aceitação que cada um tem dentro de si é o poder de acreditar em si mesmo, de crescer sobre as suas dificuldades, e aceitar sua humanidade"

Desculpe o atrevimento. Escrevi para mim, também.

Um abraço. Aceita?:)
Maria

 
At 9/12/06 14:24, Blogger Amaral said...

Há alguma moldura envelhecida que não possa ser recuperada?.. Não conheço!
A Kalinka a que me habituei nem sequer se parece com a mulher deste post.
A solidão é um "pau de dois bicos"! Por um lado, "condena-nos" a um estado de sofrimento; por outro lado, é nela que encontramos um abrigo íntimo que nos conforta de um modo muito especial.
Lembra que o futuro é sempre construído com os momentos de hoje.
Faz força da fraqueza e reencontra a Alegria que sabes estar muito perto de ti!

 
At 9/12/06 16:18, Blogger bomdialegria said...

Kalinka,


Repovoa a aldeia abandonada,
deita semente na terra inóspita
dá o tudo, onde não há nada,
faz crescer urze e jasmim nos lamaçais...
faz sempre como és!
E mais... e mais...


Sei que és sempre mais...
porque te conheço!

 
At 10/12/06 00:29, Blogger margusta said...

Querida Kalinka,
..venho agradecer todo o carinho e apoio com que sempre me brindas...por isso amiga tb eu te peço...não te deixes abater..Força e muita coragem...não estás só minha querida amiga Kalinka..estamos contigo!!!
ABRAÇO_TE muito forte!!!

Se nada de grave acontecer até ãmanhã, com o meu pai,vou estar na FIL na feira Natalis entre as 15h e as 16h, numa sessão de autografos...sai de casa e vai até lá..OK?....Beijinhos

 
At 10/12/06 16:42, Blogger }}cleopatra{{ said...

Olá Kalinka!
Não te deixes afundar...
Não deixes que ela tome conta de ti...
A solidão tb mata!
Ofereço-te um poema meu, que fala de coragem... a mesma que venceu o medo e afastou a solidão!

Ele vem
Sem avisar
Entra de rompante
E faz questão de ficar!
E fica...
... o medo!
Até ao dia
Que ela chega
Sumptuosa
Segura de si
E o obriga a recuar
É poderosa...
... toma o seu lugar!
A coragem
Vem para ficar!!

Um beijinho soprado

 
At 10/12/06 21:18, Anonymous Anónimo said...

MEUS AMIGOS:

EU TENHO A PORTA
FECHADA nao PORQUE VOS ESTOU A ABANDONAR...
MAS...PORQUE TIVE MESMO QUE ME AUSENTAR
E... quando eu voltar, aviso.

No entanto, MUITISSIMO OBRIGADO PELAS VOSSAS DOCES PALAVRAS.

AMIGOS COMO VOS E DIFICIL ENCONTRAR.
POR ISSO, AGRADECO A VOSSA PREOCUPACAO.
BEIJOS

KALINKA

 
At 11/12/06 22:00, Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Kalinka
Vamos a deixar de lado esse estado de espírito! Veio? terá de se ir... a tua vontade estará acima disso.
Um beijo
Daniel

 
At 12/12/06 14:08, Anonymous J.Soares said...

Um beijo grande de amizade.

 
At 12/12/06 17:36, Blogger Papoila said...

Kalinka a moldura envelhecida tem mais valor! Importante é a luz do espelho! Há molduras envelhecidas que guardam espelhos de cristal biselado.
Beijo

 
At 12/12/06 21:25, Blogger legivel said...

... se na altura em que te comento ainda não vendeste (por preço razoável) a tal moldura, desfaz-te dela e compra uma nova. O teu retrato ganhará outra dimensão; na exposição corporal, na oralidade e... em tudo o que desejares. Vais ver se não será assim.

beijinhos.

 
At 14/12/06 04:04, Blogger Lumen Origine said...

Simplesmente porque todos nós necessitamos de um abraço de quando em vez, deixo um abraço do fundo da minha alma para ti.

Se quiseres no blog http://lumenorigine.blogspot.com/ podes visualizar os vídeos Os Abraços são Grátis.

 
At 14/12/06 10:09, Blogger naturalissima said...

Senti angustia e amargura nestas palavras "cerradas" ao amor.
Fases que não deixam de ser também importantes para o nosso crescimento e preparação para um verdadeiro amor.

um beijinho
daniela

 
At 14/12/06 15:29, Blogger Andreia do Flautim said...

Então que se passa amiga?

Vamos lá sorrir!

Um beijinho!

 
At 14/12/06 16:54, Blogger Pitucha said...

E essa porta quando é que se abre?
Beijos

 
At 14/12/06 20:04, Blogger António Rosa said...

Até breve. Um abraço.

 
At 14/12/06 22:54, Blogger Paulo Osrevni said...

O futuro, não sei se vou vivê-lo...

O futuro é sempre a treva por trás de alguma porta... as lágrimas, ora, são o combustível que nos empurra para essa porta. Melhor abri-la que enxugar o rosto no travesseiro...

 

Enviar um comentário

<< Home