sexta-feira, dezembro 08, 2006

Simplesmente...Nada

Um quarto vazio
Minha alma
Paredes brancas e tristes
meu olhar embriaga o meu ser
nas noites frias de solidão
anestesiada de sofrimento
já não sinto dor alguma
estou amarga, sim,
amarga e sozinha
sinto-me como se não tivesse identidade,família, passado.
E o futuro?
Este já nem sei se vou vivê-lo.
Tudo que possuo é esta solidão que acorda e adormece comigo
na cama inundada de lágrimas.
Ponho uma música antiga
que me encoraja a recomeçar
mas estou fraca,
fraca como nada.
Me olho no espelho
e tudo que vejo é uma moldura envelhecida,
sem nada para mostrar,
sem nada para falar,
simplesmente nada.

34 Comments:

At 8/12/06 09:36, Blogger rouxinol de Bernardim said...

Que o Natal seja todos os dias!, nos dias bons e nos menos bons e que o baixo astral seja banido para sempre!

Eu o decreto e mando promulgar!!!

Força Menina (Avó)!!!

Deus é grande! Há que olhar em frente!

 
At 8/12/06 12:23, Blogger segurademim said...

... pois comigo tem dias! uns lá em cima outros cá em baixo


espelhos à parte, gosto da minha imagem reflectida nas calmas águas do lago

bom fim-de-semana :*

 
At 8/12/06 16:24, Blogger mfc said...

Não gosto que fales assim!
Toma um sorriso daqui, tá?!

 
At 8/12/06 18:16, Anonymous Anónimo said...

Eu entendo.*
Garanto que passa.
É preciso estarmos sózinhos para nos encontrarmos. Por mais cruel que pareça, é assim... :)

Beijinho
Maria

 
At 8/12/06 18:18, Blogger JotaCê Carranca said...

Nunca ninguém é nada.
Visita-me e lerás a companhia.
Beijos

 
At 8/12/06 18:49, Blogger peciscas said...

Ó menina, não podes ser tu a falar assim.
A gente não quer e não deixa, ouviste?
Vamos lá abrir essa porta e esse sorriso!

 
At 8/12/06 19:29, Blogger Velutha said...

Deixo-te um beijinho e desejo um bom fim de semana.

 
At 8/12/06 20:04, Blogger Luis Duverge said...

Viemos da natureza e é com ela que podemos recuperar. A alegria de viver está dentro de nós ...posso convidar-te para um passeio pela natureza ...anda daí.
Até já.

 
At 8/12/06 20:57, Blogger MiaHari said...

A moldura não envelheceu, não!
Aquilo que és, que tu és, jamais alguém poderá tirar-te!

Se gostares de ti, Kalinka, verás que tens uma riqueza que muitos não têm: uma casa onde te recolheres, roupas que te agasalham, natureza que te alimentará o corpo e a alma, família e amigos que gostam de ti!
E, acima de tudo, experiência e saber de vida... que a muitos falta para que possam ensinar-te alguma coisa!
Gosta de ti, minha amiga! Ás vezes é difícil mas, consegue-se!
(desculpa o meu atrevimento...mas também sei o que são momentos de desânimo...).
Beijinho, vira ao contrário a tabuleta que penduraste na porta, pode ser?

 
At 8/12/06 21:16, Blogger amigona said...

Não sei...não sei como dizer mas,amiga, olha à tua volta e - acredita - há tanta gente a precisar de ti!!! Não lhes voltes as costas...Vai à luta, ensina-os a viver! Beijo, querida...

 
At 8/12/06 21:30, Anonymous Papagueno said...

Então minha amiga, isso hoje está em baixo. Posso dar um conselho? Procura a tua neta, nada como o sorriso de uma criança para alegrar o nosso dia, além disso hoje já foi o dia da mãe. Um abraço e bom fim de semana.

 
At 8/12/06 22:02, Blogger Crónicas de Ariana said...

Há momentos assim... de tristeza, de angústia, de pessimismo... parece que o futuro não existe e o presente está a ser aterrador...
estes dias tenho-me sentido assim, não tem sido fácil ultrapassar. É dificil mostrar a coragem que não tenho, para que os outros não sofram por me ver assim.

BJS

 
At 8/12/06 22:44, Blogger AS said...

Daqui, onde um temporal assola as águas e o vento sopra violento por entre os edificios desta cidade abraçada pelo Douro, te envio um abraço de força e de coragem Querida Amiga!
Já mostraste que tens a determinação que é preciso para vencer os momentos mais adversos!

 
At 8/12/06 23:25, Blogger Capitão-Mor said...

A nossa vida é feita de altos e baixos, não é verdade? Esse momentos de melancolia e tristeza faz-nos apreciar melhor os momentos mais alegres.

 
At 9/12/06 00:18, Blogger Laura Lara said...

Então Kalinka?
Tens tantos amigos a mimar-te. Cheer up, please.
Um bom fim-de-semana e muitos beijinhos beirenses

 
At 9/12/06 02:10, Blogger Ana said...

Cito de memória...

"Não sou nada. Não posso querer ser nada.À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo"... Fernando Pessoa.


Um beijo, Kalinka, e que regresses com muito para mostrar do muito que tens em ti.

 
At 9/12/06 05:03, Blogger Eli said...

Guardo a "imagem" dos teus posts sempre com muito sentimento e é de louvar que existam pessoas sensíveis e com vontade de escrever sobre os seus sentimentos!
No entanto, eles podem transbordar emoções que nos deixam tristes e sair desse estado de alma é bastante difícil! Venho, portanto, dar a minha mão e o meu apoio! Sei que não estou sempre presente, nem nada parecido, mas eu lembro-me de cada um e agradeço dos que se lembram de mim também! Obrigada pelo apoio nem sempre retribuído!

Perdi-me também nesta música...

:)

 
At 9/12/06 08:21, Blogger rui said...

Olá Kalinka

Vamos, força, animo!

Bom fim-de-semana

Beijinhos

 
At 9/12/06 13:25, Anonymous Anónimo said...

Eu, outra vez.
Se já leu este texto, relembro algumas partes:

O Poder da Aceitação "é uma força incrível que o homem tem dentro de si: aceitação é o único estado que lhe permite compreender as experiências pelas quais está passando"

"E se eu aceito o que eu vivo, se eu aceito o meu momento, eu relaxo e tranquilizo o meu coração...E agindo assim, possibilito que as forças do bem, as poderosas forças do bem, ajam a meu favor"

"E eu não quero aqui um bando de tolos, que acreditam que não podem mudar as suas vidas..."

"Quando perceberem a aceitação poderão subir nas pedras e ver o horizonte, poderão apreciar o caminho porque terão paz dentro de si"
"O Poder da aceitação que cada um tem dentro de si é o poder de acreditar em si mesmo, de crescer sobre as suas dificuldades, e aceitar sua humanidade"

Desculpe o atrevimento. Escrevi para mim, também.

Um abraço. Aceita?:)
Maria

 
At 9/12/06 14:24, Blogger Amaral said...

Há alguma moldura envelhecida que não possa ser recuperada?.. Não conheço!
A Kalinka a que me habituei nem sequer se parece com a mulher deste post.
A solidão é um "pau de dois bicos"! Por um lado, "condena-nos" a um estado de sofrimento; por outro lado, é nela que encontramos um abrigo íntimo que nos conforta de um modo muito especial.
Lembra que o futuro é sempre construído com os momentos de hoje.
Faz força da fraqueza e reencontra a Alegria que sabes estar muito perto de ti!

 
At 9/12/06 16:18, Blogger bomdialegria said...

Kalinka,


Repovoa a aldeia abandonada,
deita semente na terra inóspita
dá o tudo, onde não há nada,
faz crescer urze e jasmim nos lamaçais...
faz sempre como és!
E mais... e mais...


Sei que és sempre mais...
porque te conheço!

 
At 10/12/06 00:29, Blogger margusta said...

Querida Kalinka,
..venho agradecer todo o carinho e apoio com que sempre me brindas...por isso amiga tb eu te peço...não te deixes abater..Força e muita coragem...não estás só minha querida amiga Kalinka..estamos contigo!!!
ABRAÇO_TE muito forte!!!

Se nada de grave acontecer até ãmanhã, com o meu pai,vou estar na FIL na feira Natalis entre as 15h e as 16h, numa sessão de autografos...sai de casa e vai até lá..OK?....Beijinhos

 
At 10/12/06 16:42, Blogger }}cleopatra{{ said...

Olá Kalinka!
Não te deixes afundar...
Não deixes que ela tome conta de ti...
A solidão tb mata!
Ofereço-te um poema meu, que fala de coragem... a mesma que venceu o medo e afastou a solidão!

Ele vem
Sem avisar
Entra de rompante
E faz questão de ficar!
E fica...
... o medo!
Até ao dia
Que ela chega
Sumptuosa
Segura de si
E o obriga a recuar
É poderosa...
... toma o seu lugar!
A coragem
Vem para ficar!!

Um beijinho soprado

 
At 10/12/06 21:18, Anonymous Anónimo said...

MEUS AMIGOS:

EU TENHO A PORTA
FECHADA nao PORQUE VOS ESTOU A ABANDONAR...
MAS...PORQUE TIVE MESMO QUE ME AUSENTAR
E... quando eu voltar, aviso.

No entanto, MUITISSIMO OBRIGADO PELAS VOSSAS DOCES PALAVRAS.

AMIGOS COMO VOS E DIFICIL ENCONTRAR.
POR ISSO, AGRADECO A VOSSA PREOCUPACAO.
BEIJOS

KALINKA

 
At 11/12/06 22:00, Blogger Daniel Aladiah said...

Querida Kalinka
Vamos a deixar de lado esse estado de espírito! Veio? terá de se ir... a tua vontade estará acima disso.
Um beijo
Daniel

 
At 12/12/06 14:08, Anonymous J.Soares said...

Um beijo grande de amizade.

 
At 12/12/06 17:36, Blogger Papoila said...

Kalinka a moldura envelhecida tem mais valor! Importante é a luz do espelho! Há molduras envelhecidas que guardam espelhos de cristal biselado.
Beijo

 
At 12/12/06 21:25, Blogger legivel said...

... se na altura em que te comento ainda não vendeste (por preço razoável) a tal moldura, desfaz-te dela e compra uma nova. O teu retrato ganhará outra dimensão; na exposição corporal, na oralidade e... em tudo o que desejares. Vais ver se não será assim.

beijinhos.

 
At 14/12/06 04:04, Anonymous Anónimo said...

Simplesmente porque todos nós necessitamos de um abraço de quando em vez, deixo um abraço do fundo da minha alma para ti.

Se quiseres no blog http://lumenorigine.blogspot.com/ podes visualizar os vídeos Os Abraços são Grátis.

 
At 14/12/06 10:09, Blogger naturalissima said...

Senti angustia e amargura nestas palavras "cerradas" ao amor.
Fases que não deixam de ser também importantes para o nosso crescimento e preparação para um verdadeiro amor.

um beijinho
daniela

 
At 14/12/06 15:29, Blogger Andreia do Flautim said...

Então que se passa amiga?

Vamos lá sorrir!

Um beijinho!

 
At 14/12/06 16:54, Blogger Pitucha said...

E essa porta quando é que se abre?
Beijos

 
At 14/12/06 20:04, Blogger António Rosa said...

Até breve. Um abraço.

 
At 14/12/06 22:54, Blogger Paulo Osrevni said...

O futuro, não sei se vou vivê-lo...

O futuro é sempre a treva por trás de alguma porta... as lágrimas, ora, são o combustível que nos empurra para essa porta. Melhor abri-la que enxugar o rosto no travesseiro...

 

Enviar um comentário

<< Home