domingo, novembro 19, 2006

20 - Novembro - Dia Universal das Crianças (UNICEF)

Dia 20 - Novembro - Dia Universal das Crianças (UNICEF)

foto: a inocência das crianças

Adolescentes escrevem sobre racismo e diversidade racial

UNICEF e Revista Viração publicam edição especial para o 20 de novembro

Em parceria com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), a Revista Viração lança uma edição especial sobre racismo no dia 20 de novembro, em celebração ao Dia Nacional da Consciência Negra.
A edição de 36 páginas foi produzida por adolescentes e jovens, sob a coordenação de jornalistas. O número traz reportagens sobre políticas afirmativas, o conceito de cor e raça, debate o racismo na internet, no mundo do trabalho, na escola, na mídia e nas telenovelas.
Os adolescentes também ajudaram a produzir artigos e entrevistas com personalidades, como a ministra da Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), Matilde Ribeiro, o cineasta Joel Zito Araújo e a atriz Zezé Motta.
A revista tem tiragem de 20 mil exemplares e será distribuída gratuitamente a todas as escolas públicas de Ensino Médio do País, com apoio do Ministério da Educação e da Seppir.
As reportagens vão servir também como material paradidático para a implementação da lei 10.639, que prevê, entre outras coisas, o ensino da História da África e da Cultura Afro-brasileira nas escolas.
A Revista Viração é um projeto social impresso, sem fins lucrativos e conta com o apoio institucional do UNICEF, da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) e da Agência de Notícias dos Direitos da Infância (Andi).
No ano passado, a Viração também produziu um especial sobre aids, em parceria com o UNICEF e o Ministério da Saúde, também distribuído para todas as escolas do Ensino Médio.

19 Comments:

At 20/11/06 10:13, Blogger Silvio Vasconcellos said...

Bom será o dia em que não precisarmos de datas para Consciência Negra, Dia da Criança... aí, estaremos vivendo a verdadeira democracia, quando essas situações não terão dias específicos porque farão parte do cotidiano.

Obrigado pela visita.

Conto com seu retorno no contos & Encontros ou em meu novo blog:
http://minicontos.blogspot.com

Um abraço,

Sílvio Vasconcellos

 
At 20/11/06 11:01, Blogger Miguel said...

Kalinka,

Eram tão bom que todas as crianças podessem crescer num bom ambiente de forma a serem felizes e os homens do futuro ...!

Cabe a nós, criar essa possibilidade ...! Como pais, como avós, como cidadãos!

Já respondi ao teu desafio!
Acho que vais gostar!

Uma boa semana!
Bjks da matilde e Cª!

 
At 20/11/06 12:48, Blogger Trivialidados said...

Elas são o nosso futuro...

 
At 20/11/06 14:11, Blogger Catarino said...

è preciso despertar as mentes dos nossos jovens e interessá-los por tudo o que os rodeia e pelo problemas sociais que assolam o mundo, que afinal, também é deles...
beijo..
PS: n te tenho visto pelo diletante....Espero ver-te por lá em breve..

 
At 20/11/06 14:20, Blogger Capitão-Mor said...

Dia da consciência negra!? Não serão estes eventos motivadores de racismo? Não somos todos feitos da mesma carne e do mesmo osso? Somos todos humanos...

 
At 20/11/06 17:18, Anonymous bu said...

Obrigada pela tua visita no meu cantinho.
O racismo, isso é uma questão das mentalidades, e quando as pessoas são racistas é defacto de lamentar, já houveram demasiadas situações em que o racismo foi a causa de milhares de mortos, é bom que tomem consciência de que afinal somos todos iguais e nada melhor que os jovens trabalharem numa iniciativa dessas.
Beijo* e obrigada de novo

 
At 20/11/06 18:30, Blogger peciscas said...

Também concordo que, enquanto forem precisos os dias de..., é porque algo não vai bem!

 
At 20/11/06 19:17, Blogger Andreia do Flautim said...

A imagem está engraçada!:)

Beijinho

 
At 20/11/06 20:03, Blogger Ana said...

Mais um dia que nos recordas e um projecto que divulgas. Vantagens da blogosfera...
Beijinho.

 
At 20/11/06 22:14, Blogger poeta_silente said...

Amiga querida!
Fiquei feliz por teres passado pelo meu cantinho. Já estava pensando que tinha te magoado sem saber.
Que bom que lá chegaste. Tenho saudade das tuas palavras. Elas fazem parte do meu mundinho blogueiro há muito tempo e não gostaria de ficar sem lê-las.
Não tenho muito tempo para comentar os posts durante a semana. Por isto vou voltar aqui no sábado para aproveitar teus posts e me deliciar lendo o que aqui colocas.
Beijos e que Deus te abençoe!
Muito Obrigada por tudo!
Miriam

 
At 21/11/06 00:30, Blogger canela_e_jasmim said...

Que imagem tão querida.

Beijinhos grandes amiga!
Clotilde

 
At 21/11/06 10:58, Blogger pensamentos_vagabundos said...

que foto perfeita...
beijo vagabundo

 
At 21/11/06 12:25, Blogger Maria said...

Foto lindíssima
Tudo o que fizermos pelas crianças é poco, elas merecem muito mais, elas merecem TUDO!
Tenha um bom dia

 
At 21/11/06 16:25, Blogger Rui said...

Foi o meu dia também, que tenho uma criança dentro de mim.

 
At 21/11/06 16:33, Blogger rouxinol de Bernardim said...

Ao ver essa foto a ilustrar o tema estranhei. A propósito dela recordo um árbitro de futebol português que arbitra em França e não tem uma orelha... foi-lhe comida por um porco, em Portugal...

Não ao racismo! Isso sim, apoio totalmente...

Mas cuidado com os porcos... não estou a brincar, o árbitro é português e oriundo do norte de Portugal!

 
At 21/11/06 17:21, Blogger Kalinka said...

AMIGO ROUXINOL

MUITO FELIZ FICO QUANDO ME VISITAS.
Também eu gostaria de deixar um comentário no teu blog, mas isso não é possível.
No entanto,
aqui fica o ALERTA
SOBRE OS PORCOS.
CUIDADO.

MUITO CUIDADO.

Quanto ao facto de ter colocado a foto, foi precisamente pela inocência das crianças que não têm a noção do que é perigoso...
Beijinhos meu AMIGO.

 
At 21/11/06 18:57, Anonymous pequenita (quando o teu corpo e o meu) said...

Nuestros cuerpos extasiados
Que sudaban de placer
Cuando dábamos el alma
Antes del amanecer

Nuestros cuerpos enredados
En la sala, en el sofá,
En la cocina, en el baño
En el piso del desván

No se necesitaban las sábanas
Sin almohadas daba igual
Al unirse nuestros cuerpos
Todo era celestial

Una vela iluminaba
Una canción al compás
Se aceleraba el ritmo
Y aumentaba la humedad

Los gemidos que nacían
De dos cuerpos desquiciados
Desquiciados de locuras
Y de coitos alcanzados

Los gemidos delataban
Supremas sensaciones
Animales salvajes
fuimos en ocasiones

entregamos el alma
la vida de nuestros cuerpos
ternura en las miradas
amor con cada incienso

Amor en cada roce
pasión en cada beso
fundidos tu y yo
en un eclipse de deseos.

Kisseesss Pequenita

 
At 21/11/06 19:12, Blogger lena said...

doce kalinka, um dos teus posts especiais, que primam pela forma como tão bem sabes tratar cada assunto e tão diversificados
este é especial, especial porque todas as crianças têm o mesmo direito, serem felizes, serem o futuro viverem com alegria ...

tudo estaria bem se não houvesse necessidade de alertar com dias especiais, para marcarem muitas vezes fatalidades

e digo contigo "não ao racismo" "não às crianças maltratadas e descriminadas" mas este meu não fica perdido e não chega aos ouvidos de quem de direito

farei tudo o que estiver ao meu alcance e continuarei na minha caminhada deste "não"

beijinhos muitos para ti minha querida amiga, já tinha saudades de comentar aqui neste teu cantinho, onde aprendo sempre tanto

abraço-te com ternura e o mar será sempre a nossa companhia

lena

 
At 21/11/06 20:22, Blogger .*.Magia.*. said...

Não pude deixar de soltar uma bela gargalhada ao ver a foto...!

Linda...

Imagino um dos meus filhos a fazê-lo...ehehehhe

Até outra magia

Cheers

 

Enviar um comentário

<< Home