sábado, março 24, 2007

Voar...isso não dói




ASAS E AZARES
Voar com a asa ferida?
Abram alas quando eu falo.
Que mais foi que fiz na vida?
Fiz, pequeno, quando o tempo
estava todo ao meu lado
e o que se chama passado,
passatempo, pesadelo,
só me existia nos livros.
Fiz, depois,
dono de mim,
quando tive que escolher
entre um abismo,
o começo,
e essa história sem fim.
Asa ferida, asa ferida,
meu espaço, meu herói.
A asa arde.
Voar, isso não dói.
(Paulo Leminsky)
através das palavras de Paulo L. manifesto que tudo ruiu à minha volta.
Estou mal, outra vez.
Uma recaída que se adivinhava, mas... a minha força de vontade estava a atrasá-la... forçosamente;
e, nestas coisas não se pode forçar, agora, o resultado é este.
Estou ferida, muito ferida. Tudo arde cá dentro.
Os meus pés não assentam na terra, sinto um vazio enorme debaixo dos pés, o precipício.
Quero VOAR...juro!
Ah...como eu queria ter asas e ir para bem longe.

Etiquetas:

32 Comments:

At 24/3/07 22:44, Blogger meg said...

kalinca, que se passa?
Estou aqui contigo.
Está difícil comentar, já lá vão 4 tentativas

 
At 24/3/07 22:46, Blogger meg said...

Passo aqui todas as noites, e tu tão feliz...
Que posso fazer ou dizer para te ajudar?
Não estás sózinha, eu estou aqui deste lado, preocupada com essa imagem, e com o teu grito!

 
At 24/3/07 22:52, Blogger meg said...

Estamos todos, pricipalmente aqueles que te têm acompanhado nestes dois anos que acabaste de comemorar.
Força, Mulher! Não sei o que te põe nesse estado, mas seja o que for, tens de ultrapassar, ser forte.
Físico ou espiritual, senti o teu apelo, sei lá... diz-me alguma coisa, não te desligues de nós...
por favor, Kalinca.
Volto a passar aqui daqui a pouco, deixa uma palavra...até já

 
At 24/3/07 23:07, Blogger meg said...

Hello! Kalinca!
Porque não vens conversar connosco um pouquinho?

 
At 24/3/07 23:28, Blogger Vera said...

Querida amiga, em 1º lugar tenho que pedir desculpa pela minha ausência, mas agora estou sem internet no trabalho e torna-se complicado...
Andei a ver o teu blog e Parabens pelo 2º ano!!!
Mas agora quando li este post... que se passa amiga? Se te puder ajudar em alguma coisa, estou aqui, conta comigo!

Mil beijos, com muito carinho!

 
At 24/3/07 23:39, Blogger meg said...

Vês como já estão a chegar os teus amigos? E vêm mais...
FORÇA, MULHER!
Abraço-te

 
At 24/3/07 23:48, Blogger Kalinka said...

MEG E VERA
EU NÃO ESCREVI ISTO PARA «ASSUSTAR» NINGUÉM, APENAS QUERIA DAR-VOS UMA SATISFAÇÃO, CASO ESTEJA ALGUM TEMPO AUSENTE.

Precisamente pelo respeito que tenho a todos/as os/as Amigos/as é que vim deitar a minha cabeça no «vosso ombro» e, cá ficarei recolhida ao meu silêncio...
quem vier por bem, dê-me um pouco de colinho que eu agradeço.
Adoro estar em contacto convosco apenas pela alma, é melhor que nada.
A Solidão Mata...
a Incompreensão destrói-me.

Obrigada e beijo no coração.

 
At 24/3/07 23:53, Blogger mixtu said...

voar não custa, o problema é quando existe uma ferida na asa

besitos de saudades :(

 
At 25/3/07 02:25, Blogger serenidade said...

Não queiras voar para longe, não fujas, enfrenta a dor deixando de pensar nela e idealizando-te, e dessa forma expressando o que mais gostarias de ser, e assim sê-lo-á. Elimina os pensamentos nefastos, só atraem negatividade. Elimina frase e palavras negativas, só atraem mais o que proclamas. Elimina acções destruidas, só atraem situações destrutivas. Cuida do que pensas, dizs e fazes, para nada de mau atraires. Já estás na fase menos boa? Então quando te sentires em baixo pensa em coisas boas, que gostarias que estivessem a acontecer nesse preciso momento, como se já as tivesses a viver. Desculpa a divagação, mas pensa no que disse.

Sereno sorriso primaveril.

 
At 25/3/07 08:25, Blogger Isa&Luis said...

Queria ser capaz de, com uma só palavra, afastar os teus males, preencher os teus vazios...
Consigo imaginar o que sentes, mesmo sem lhe conhecer as causas próxima. As outras, as remotas, conheço-as muito bem, mas isso não me ajuda a ajudar-te. Infelizmente...
Só posso desejar que as tuas quimicas te conduzam à estabilidade emocional e, nesse sentido, respirar bem pode ajudar.
As melhoras, amiga!
Um beijo
Luis

 
At 25/3/07 08:43, Blogger amigona said...

Deixo um abraço de amizade e um beijo de ternura...que te acompanhem na tua caminhada...

 
At 25/3/07 09:12, Blogger meg said...

Kalinka, que bom, que estás aí... mas tira-me essa foto do post!
Deu-me um aperto no coração.
E agarra-te bem, com força! Mas essa foto, não...
Só volto quando ela não estiver.
FORÇA MULHER!

 
At 25/3/07 11:16, Blogger Alexandre said...

Voar - mesmo que não literalmente - é o meu principal desejo neste momento...

... Já vi que também é o teu... m as ainda há 2 dias estavas agradecendo todas as manifestações de carinho para com o teu blog e prometendo continuar mais um ano... eu exijo que continues não mais um mas muitos, muitos mais anos!!!

Não querendo ser egoísta, preciso do teu blog e decerto muitas outras pessoas também. Por isso, ânimo!!!

Voa, voa, mas depois volta!!! Beijinhos!!! Tenta ficar bem!!!

 
At 25/3/07 14:53, Blogger Maria said...

Kalinka:

Percebo o que sentes. Mas acho que são momentos, que podem durar uns dias.
Mas logo, logo, verás que um dia acordas e o sol brilha de uma maneira diferente, se tu quiseres.
E nesse dia vai sentir-te reconfortada.
Voa um bocadinho, mas volta a esta tua/nossa gaiola, que nunca te prende.
Porque uma pessoa como tu não se deixa prender.

Entretanto, ofereço-te o meu ombro.

Beijos e vai dizendo qualquer coisinha...

 
At 25/3/07 15:02, Blogger Dad said...

Então Kalinka?

O que é que se passa?

Espero que não seja nada de muito grave e que possa ser superado rapidamente.

Faço votos que volte depressa com um sorriso!

Vinha convidá-la para o jantar de primavera dos bloggers!

Será que não pode aparecer?

Espero que tudo se resolva rapidamente na sua vida e que volte a ficar bem disposta e alegre!

Um grande beijinho com ternura.

 
At 25/3/07 17:18, Anonymous Jofre Alves said...

Andei fugido devido a muitos afazeres, pois tive que preparar e pronunciar uma palestra e estruturar e fazer uma exposição de fotografias antigas, o que me consumiu muito tempo e impediu de visitar os amigos.

Volto às lides e às visitas, com apreço e estima, e neste caso particular com total satisfação a grande prazer em percorrer esta excelente página. Boa semana.

 
At 25/3/07 17:25, Blogger Crystalzinho said...

Todos temos estes momentos em que nos sentimos sem chão. Não sei quais são os teus motivos mas não te esqueças que amanhã o dia vai amanhecer novamente, o sol vai brilhar e tu vais poder olhar para tudo com mais esperança.
Quando estamos no chão já não existe mais para onde ir sem nos levantarmos.
Se te poder ajudar em alguma coisa, conta comigo.
Bjs

 
At 25/3/07 17:50, Blogger Mário Margaride said...

Olá Kalinka!

Que voo este! Não minha amiga, para frente é que é o caminho.

Voa sim, mas na direcção da felicidae e do amor. É difícil, e duro, eu sei...mas vale a pena lutar por ele.

Força minha amiga!

Beijinhos

 
At 25/3/07 18:43, Blogger C_BRITTO said...

LIÇÃO DE CASA

Você tampa a panela, dobra o avental, deixa a lágrima secar no arame do varal.
Fecha a agenda, adia o problema, atrasa a encomenda, guarda insucessos no fundo da gaveta.
A idéia é tirar a tarja preta e pôr o dedo onde se tem medo.
Você vai perceber que a gente é que faz o monstro crescer.
Em seguida superar o obstáculo, pois pode-se estar perdendo um espetáculo acontecendo do outro lado.
Atravessar o escuro até conseguir tatear o muro, que é o limite da claridade.
Se tiver capacidade para conquistá-la, tente retê-la o mais que puder.
Há que ter habilidade, sem esquecer que a luz é mulher.
Do inferno assim desmascarado, é hora de voltar.
Não importa se é caminho complicado, se a curva é reta, ou se a reta entorta.
Você buscou seu brilho, voltou completa;
jogou a tranca fora,
abriu a porta.

(Flora Figueiredo)


Não váaa fica!
Abraços carinhosos

 
At 25/3/07 21:09, Blogger Eärwen Tulcakelumë said...

Voa, pois tua mente te leva aonde queres!!!
Gosto de aqui vir.
Deixo-te pérolas incandescentes de força, banhadas no rio de lava que em meu mundo corre.
Eärwen
25.03.07

 
At 26/3/07 01:12, Blogger Thunder said...

Este fim de semana também me apeteceu fugir, voar para longe...sozinha! ............Mas parece que já passou.Força aí que isso passa. Bjs.

 
At 26/3/07 01:46, Blogger Ricardo Rayol said...

Que dor é essa???

Te mandei enfim minha homenagem a ti espero que amenize um pouco.

 
At 26/3/07 14:01, Blogger Delfim Peixoto said...

Voar, nem que seja um planar com a asa ferida, faz com que possamos ir mais além...
jnhs e força!

 
At 26/3/07 17:41, Blogger augustoM said...

Não sei o que se passa, nem jeito tenho para conselheiro, mas gostaria de chamar a tua atenção para o Zen. Mergulha verdadeiramente em ti, mas sê verdadeira, e procura ver o que é verdadeiramente importante na vida, não para ti, mas para a vida. Depois confronta-te com o que encontraste, e vê se o teu problema é realmente assim tão importante para que fiques desesperada.
Um beijo. Augusto

 
At 26/3/07 17:52, Blogger Rui Luís Lima said...

da nossa janela vimos as gaivotas nos seus voos e nada melhor do que procurar a tranquilidade através da visão do mar, as diversas tonalidades de azul, transformam a cor do coração oferecendo-lhe o brilho da serenidade e depois temos sempre a musicalidade das ondas, tocando o silêncio como só elas sabem.
beijinhos
paula e rui lima

 
At 26/3/07 22:55, Blogger Pensamentos Felizes said...

Mando-te estes votos de sorte que li num blog amigo mas envio-tos de coração como se fossem meus.

Trabalha como se não precisasses de dinheiro
Ama como se o amor não te pudesse magoar
Dança como se ninguém estivesse a ver
Canta como se ninguém estivesse a ouvir
Vive como se o Céu já tivesse descido à Terra.
Que tenhas sempre trabalho para fazer
Que a tua bolsa tenha sempre uns trocos
Que o Sol sempre brilhe na tua janela
Que após cada chuvada venha sempre o arco-íris
Que tenhas sempre junto a ti a mão de um amigo
Que Deus encha o teu coração de alegria.
Um beijinho cheio de força e que o sol volte novamente a brilhar na tua vida.
Cris

 
At 26/3/07 23:22, Blogger Mocho Falante said...

Minha querida, daqui mando um beijo cheio de força e carinho e quero-te dizer que estou aqui sempre que precisares

uma beijoca muito doce e vais ver que já já o sol vai voltar a brilhar

 
At 26/3/07 23:27, Blogger Pete said...

Vai daqui uma força. A vida infelizmente não nos corre sempre bem.

Veja se levanta a moral.

 
At 27/3/07 00:01, Blogger Dad said...

Então Kalinka? Como é que vai? A moral está mais em cima? Espero que sim!

Espero encontrá-la no jantar dos bloguistas em 14 de Abril.

Um beijinho com os desejos que o que quer que tenha acontecido de mau, já tenha sido superado!

 
At 28/3/07 10:20, Blogger papagueno said...

Então amiga outra vez em baixo? A vida custa eu tenho só 37 anos mas já sei o que é a tristeza e a solidão nunca podemos desistir, sempre a lutar. Olha eu começo a encontrar o amor, curiosamente fui descobri-lo onde nunca tinha procurado antes. Esqueci-me desta frase no desafio mas é daquelas que eu digo sempre. Todos temos o direito de ser felizes.
Um beijinho

 
At 28/3/07 13:23, Blogger Licínia Quitério said...

Ah Mulher, recaídas sempre acontecem. Mas com a força que tens sempre te levantarás e continuarás em frente. Acredita.

Um abraço apertado.

 
At 28/3/07 15:37, Blogger Jacinta said...

São as quedas que nos ensinam muitas vezes e quando nos sentimos impelidos a avançar, tudo o que virá a seguir será certamente melhor, mais forte e resistente... e assim nos vamos preparando para as tempestades e aproveitamos muito melhor os nossos dias de sol. Força!! Um abraço.( Gostei deste espaço, dos testemunhos, das revelações... voltarei.)

 

Enviar um comentário

<< Home