sábado, setembro 03, 2005

1 ano após a TRAGÉDIA

No dia 1 de Setembro de 2004, estava eu de férias na capital russa - Moscovo - e, andando a passear pela Praça Vermelha e jardins próximos, vi muitas crianças entre os 7 e 10 anos passeando com os seus pais, a meio da tarde, com uns vestidos festivos, as meninas com florzinhas nos cabelos e por curiosidade perguntei à nossa guia se era algum dia especial pelo facto de estarem vestidas daquela forma, ela então explicou-me que era o 1º dia de aulas nas escolas oficiais da Rússia e, as crianças iam assim vestidas, como se fossem para uma festa - o início do ano lectivo.
Isto era em plena capital...só que, no mesmo dia, noutro local do país, uma escola na cidade de Beslam, na Ossétia do Norte (um pequeno Estado na região do Cáucaso, sul da Rússia), foi tomada por terroristas, que mantinham mais de 1,2 mil reféns, entre crianças, professores e pais.
Tropas russas invadiram a escola, entrando em combate com os sequestradores. Tiros, explosões, gritos e correria começaram a acontecer assim que ambulâncias entraram no local para coletar corpos das vítimas que morreram durante a invasão da escola.
A notícia começou a correr pelas televisões de todo o Mundo, nós lá e os nossos familiares cá, não podendo imaginar a que distância nós estavamos dos acontecimentos, porque em regra geral, quando se fala num país, neste caso Rússia, quem está longe imagina tudo muito próximo e perigo para quem estava no momento na Rússia. Confusão geral...

Alguns reféns contaram que foram obrigados a urinar em garrafas e beber a própria urina, tiros foram disparados para o teto quando bebés choravam e no mínimo 20 pessoas foram mortas pelos terroristas no primeiro dia do sequestro.
A maior comoção internacional deu-se com a ocupação armada, entre os dias 1 e 3 de Setembro de 2004, da Escola Municipal da pequena cidade de Beslam, na Ossétia do Norte (Estado vinculado à Federação Russa), por parte de um grupo de 25 a 32 guerrilheiros chechenos-ingushis.
Depois de três dias de tensão, ocorreu um terrível desenlace: 330 civis, a maioria de crianças, foram mortos por explosões de bombas e tiros disparados pelos chechenos. Um clamor de vingança sacudiu a Rússia.
Faz precisamente hoje, dia 3 de Setembro de 2005 - 1 ano que tudo terminou de forma muito trágica.

12 Comments:

At 3/9/05 17:51, Anonymous J.Soares said...

Parabéns pelo artigo, o qual subscrevo em absoluto. Fazíamos parte do mesmo grupo e vivemos tudo aquilo que descreveu com bastante rigor. De facto, muitas vezes as famílias sofrem mais do que nós, que "estamos perto" do local.

 
At 3/9/05 18:42, Blogger Ana said...

Foi uma tragédia, e é necessário recordá-la com esperança de que nada se repita.

Obrigada pela visita à encosta! Eu voltarei!
Um beijo.

 
At 4/9/05 00:42, Blogger Nina said...

Só tragédias :(

Beijinho e bom fim de semana :)

 
At 4/9/05 14:17, Blogger Kalinka said...

J.S.
Muito obrigado pelas palavras de incentivo, pois também só sei escrever o que sinto, vejo e vivo, in loco...
Foram, para nós, grupo de turistas, umas férias maravilhosas e inesquecíveis, sem duvida.
Bom domingo e 1 beijo.

 
At 4/9/05 14:22, Blogger Kalinka said...

ANA:
Sim, uma enorme tragédia, por tudo em si e mais ainda por terem matado crianças, inocentes, que com um pensamento de esperança entraram naquele dia na sua escolinha, para mais um ano lectivo, e não viveram mais de 48h.
Conclusão: o Mundo está LOUCO.

Não tens que agradecer a minha visita à encosta, tu sabes que vou lá todos os dias à tua procura com todo o prazer, se não TE «sinto por lá...» fico preocupada.
Beijoka grande.

 
At 4/9/05 14:27, Blogger Kalinka said...

NINA:
é bem verdade, só tragédias!!!
Ainda não sei se será certo ou errado, estar a relembrá-las, mas tu, como tens uma profissão ligada a «estas pessoas inocentes e do mais puro que há» poderás dizer-me, na tua opinião, se vale a pena ou não...?
Beijinho e bom domingo.
Obrigada pela visita.

 
At 4/9/05 14:32, Blogger Kalinka said...

MARYLUH:
Obrigada pela visita ao meu cantinho, é sempre bom «ver» uma cara nova por aqui.
Sobre a informação que me deste, agradeço-te imenso e vou mesmo tentar saber o mais possível sobre a tal escritora, só pelo nome do livro, conseguiu conquistar a minha curiosidade em o ler.
Bom domingo e 1 beijo.
Volta sempre que puderes, para mim além de uma enorme alegria é também um incentivo de que preciso.

 
At 5/9/05 10:11, Blogger Isabel-F. said...

Oi Kalinka....

Uma tragédia horrível e que ficará para sempre na memória de todos...

Tem uma boa semana.

Bjs

 
At 5/9/05 10:56, Blogger Pitucha said...

Olá Kalinka
Adorei o teu texto.
Bjs

 
At 5/9/05 20:41, Blogger Kalinka said...

ISABEL:

Olá, é verdade!
Por vezes sou ou somos criticados por nos lembrarmos das tragédias, e não de coisas alegres e boas, mas tudo faz parte da vida, o negativo e o positivo!
Tenho quase a certeza que quando fizer 2 anos após a tragédia, estará muito mais esquecida na memória de todos nós, mas para mim que lá estive nessa semana em que tudo aconteceu, jamais irei esquecer. Beijo e boa semana tb.

 
At 5/9/05 20:46, Blogger Kalinka said...

PITUCHA:

Oláááááá...até que enfim.
Não sei se já estás ao trabalho pois ainda ontem fui ao teu blog e não havia nada de novo, daí a surpresa que me fizeste hoje em vires visitar-me, que BOM...
Num só instante tive 2 alegrias, a tua visita e também o facto de teres apreciado o meu texto.
Soubeste no dia do nosso convívio que a viagem à Rússia me marcou profundamente por tudo, e por isso aqui o manifestei em parte.
Muito obrigado. 1 beijoka.

 
At 13/10/05 04:36, Anonymous angela said...

E sempre triste saber noticias destas. Acho que nao ha castigo suficiente para quem faz coisas destas. Simples criancas, que ainda nem sabiam o que era viver. Acho que nem a morte esses terroristas merecem, pois a morte e bom para este tipo de crimes. Bjs.

 

Enviar um comentário

<< Home