quarta-feira, fevereiro 07, 2007

Para a minha Mãe...

Todos que me visitam, ficaram a saber que tive o privilégio em participar num livro especial, o livro da blogoesfera.
No post do passado dia 12 de Janeiro, fiz menção ao mesmo, em fase de pré-divulgação.
No mês de Fevereiro, o livro já se encontra à venda e, neste momento tenho-o na minha mão. É assim uma sensação única para mim...
Já agradeci ao amigo António ter-me dado essa oportunidade: a concretização de um sonho, ter/possuir algo em que eu tenha deixado a minha marca, os meus sentimentos através da escrita.
Colaborei com um texto da minha autoria, (que se encontra na pág. 40)dedicado a alguém muito especial que nasceu dia 7 de Fevereiro e que, por não pertencer ao Mundo dos vivos, guardo com muito Amor, na minha memória.
Para TI, minha MÃE
Acredito que te ias orgulhar da tua filha.
Estejas onde estiveres, sinto que estás sempre comigo.
MÃE dedico-te esta bela poesia de Eugénio de Andrade.
Não sei como vieste,
mas deve haver um caminho
para regressar da morte.

Estás sentada no jardim,
as mãos no regaço cheias de doçura,
os olhos pousados nas últimas rosas
dos grandes e calmos dias de setembro.

Que música escutas tão atentamente
que não dás por mim?
Que bosque, ou rio, ou mar?
Ou é dentro de ti
que tudo canta ainda?

Queria falar contigo,
dizer-te apenas que estou aqui,
mas tenho medo,
medo que toda a música cesse
e tu não possas mais olhar as rosas.
Medo de quebrar o fio
com que teces os dias sem memória.

Com que palavras
ou beijos ou lágrimas
se acordam os mortos sem os ferir,
sem os trazer a esta espuma negra
onde corpos e corpos se repetem,
parcimoniosamente, no meio de sombras?

Deixa-te estar assim,
ó cheia de doçura,
sentada, olhando as rosas,
e tão alheia
que nem dás por mim.
AMO-TE MUITO.

67 Comments:

At 7/2/07 00:42, Blogger wind said...

Bela homenagem que fizeste à tua mãe:)
beijos

 
At 7/2/07 00:53, Anonymous Pedro Branco said...

De certeza que estará feliz. Por ti. Por esse rio que corre em ti para não parar. Acredita.

Um beijo.

 
At 7/2/07 01:02, Blogger Paulo Sempre said...

Essa mãe, como todas as mães, esta sempre presente em cada emoção, desassossego, espanto, lágrima, dor...que o quatidiano nos "oferece".
O xaile, as palavras bonitas, os afectos, o conforto, o colo, o "estampido" da protecção única e, sobretudo o inequívoco amor de mãe, têm todas as cores do "arco-íres"; mesmo que o "grito" da lonjunra esteja para além das estrelas. Afinal é da mãe que falamos....
Beijos
Paulo

 
At 7/2/07 01:04, Blogger MARIA VALADAS said...

Minha querida...esteja onde estiver... a tua mãe neste momento
rejubila com a filha e com o Dom que tens!

Linda homenagem!

Vai á janela...vês uma estrela cintilante?
É o sinal que " ela" te envia...para te dizer que está feliz!

Beijinhos
Maria

 
At 7/2/07 01:27, Blogger poeta_silente said...

Linda poesia... profunda... verdadeira.
Amiga. Estamos lá, com aqueles que se foram, já. Basta pensarmos que o tempo existe apenas para nós, que estamos nesta vida terrena, com nossos limites materiais. Se pensarmos que, depois da morte, o tempo vai cessar para nós, então já estamos juntos aos amados que se foram.
beijos
Miriam

 
At 7/2/07 01:54, Blogger Ana said...

Parabéns , amiga , pelo livro em que colaboras. Que belo presente no dia em que recordas a tua mãe com uma homenagem tão bela!
Um beijo.

 
At 7/2/07 02:19, Blogger dulce said...

A minha mãe tb faria em anos em Fevereiro. Noventa e um. Como a tua, tb já não está presente, apenas no meu coração.
Beijos

 
At 7/2/07 03:24, Blogger poca said...

inconfudível... o amor de mãe...

 
At 7/2/07 03:34, Blogger Maria said...

Uma bonita homenagem, Kalinka...
É com água nos olhos que te deixo um beijo...

 
At 7/2/07 08:45, Blogger Papoila said...

Ola, desde ja agradeço o teu aroma deixado no meu blog. Espero que la possas ir sempre, agora que li esta tua homenagem senti um aroma ainda mais intenso vindo de Ti.
E dificil lidar com a Morte, mais ainda com a ausencia de quem amamos, ficam a saudade, as palavras por dizer... Dai que cada dia tenha em si um momento para reflectir, para ser e sentir...
Escreves muito bem. Identifiquei-me com o poema. Fiquei com a sensaçao de ouvir nas tuas palavras o som de um violino,
bjinho,

 
At 7/2/07 09:12, Blogger MARTA said...

Olá, bom dia, obrigada pelo convite e pela partilha.
As nossas Mães desempenham um papel muito importante na nossa vida; sempre presentes, mesmo quando já não o estão fisicamente.
Vivem nas nossas palavras, no nosso coração.
A minha Mãe fará 83 anos no próximo dia 26 de Fevereiro.
Se me permitires, voltarei com mais tempo para ler e ver as tuas fotografias, pois eu também adoro fotografar.
Volta sempre que quiseres.
Beijos e abraços
Marta

 
At 7/2/07 09:26, Blogger Isabel-F. said...

linda homenagem
bj

 
At 7/2/07 09:38, Blogger Conceição Bernardino said...

Olá,
Hoje é um daqueles dias em que me sinto só, se pudesse pelo mundo em busca
De tudo aquilo que não encontro...
Sei que vais dizer, não fiques assim mas eu sou mesmo assim sem jeito para
Poder dizer o quanto uma palavra me faz sentir feliz...
Beijinhos
Obrigada
ConceiçãoB
Uma boa semana
http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

 
At 7/2/07 10:04, Blogger Je vois la vie en vert said...

Hoje - 7 de Fevereiro - é um dia que deve te deixar com muitas saudades (linda palavra portuguesa dificilmente traduzível) da tua querida Mãe. Não tenhas dúvidas, ela te vê là do ceú e tem muito orgulho da filha que tem.
Obrigada pelas tuas belas palavras no meu blog e parabens pela marca que deixas neste mundo.
Um beijinho

 
At 7/2/07 10:32, Blogger Pepe Luigi said...

Por erro técnico não sei se passou o meu comentário, mas tenho todo o gosto em repeti-lo:

Doce kalinka,
Como é enternecedor teres dedicado à tua mãe este lindo poema de Eugénio de Andrade.
Mãe é mãe esteja ela onde estiver.

Obrigado por teres passado e comentado notavelmente o meu sinestesia.

Onde posso comprar a tua Obra Prima. Qual é a editora ?

Hoje vou estar um pouco ocupado, mas logo que possa vesitarei de novo e como deve ser o teu magnífico blog.

Um abraço e porque não um beijinho de parabéns pelo teu bonito espaço.
José Luís.

 
At 7/2/07 10:36, Blogger o alquimista said...

Esteja onde estiver, e sei estará num sitio cheio de luz, estará a sorrir embevecida pois o legado que deixou neste planeta é de uma rara beleza...tu....!


Doce beijo

 
At 7/2/07 11:16, Blogger poetaeusou said...

Mãe.
Vida.
Amor.
Partida.
Dor.
Saudade.
Amor, amor.
Só Amor.
bj)

 
At 7/2/07 11:27, Blogger Pierrot said...

Promete, de facto
Grande...
Bjos daqui
Eugénio

 
At 7/2/07 11:40, Blogger Amaral said...

É uma linda homenagem à tua mãe, que, a outro nível de consciência, está em comunhão contigo!
Quanto ao livro, ainda não o vi à venda, mas gostaria de adquiri-lo...

 
At 7/2/07 12:25, Blogger Guilherme F. said...

Regresso para te ler e é grande a alegria pois também é o dia de aniversário da minha mãe.
Para Elas um Feliz Aniversário.
bj
Gui
coisasdagaveta.blogs.sapo.pt

 
At 7/2/07 13:07, Anonymous kalinka said...

A TODOS QUE ESTIVEREM INTERESSADOS NA COMPRA DO LIVRO:

Falei agora mesmo com o António Rosa, da Editora e, ele disse-me que o livro JÁ ESTÁ À VENDA na diversas lojas da:

FNAC
BERTRAND
CARREFOUR

será uma oferta linda para o dia de S. VALENTIM - dia especial para o AMOR.

 
At 7/2/07 13:20, Blogger jpg said...

KALINKA:

Parabéns pela co-autoria do livro.

Belo poema este do Eugénio de Andrade. Belíssima homenagem a quem te deu a vida.

Muitas felicidades e a certeza de que a mãe se orgulha da filha que teve.

Um abraço do Jorge G., sabes quem sou?

 
At 7/2/07 13:44, Blogger Borboleta said...

Então parabéns....deixaste me com as lágrimas nos olhos..porque as nossas mães..são sempre o nosso verdadeiro tesouro..linda homenagem ;) jinhos

 
At 7/2/07 13:51, Blogger Entre linhas... said...

Ola amiga virtual,obg pelo teu comentário no meu "cantinho" adorei a tua visita ao meu espaço,por várias razões.

Uma que és minha vizinha,vives em Setúbal eu vivo em Sines,vou com muita frequência a Setúbal quem sabe um dia se não tomaremos um cafézinho juntas.

Outra o teu poema dedicada á tua mãe,fiquei emocionada,tal como tu também já não a minha partiu há quase um ano.

Deixo te aqui o dos meus contactos: particulasdotempo@gmail.com

Caso aceites para trocarmos os nossos contactos.

Jinhus da Zita

 
At 7/2/07 14:16, Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba said...

Olá...

Vim te agradecer por tuas visitas frequentes e me desculpar por não as retirbuir. Ocorre que estive fora por muito tempo, viajando e estou retomando somente a partir dessa semana, minha normalidade e rotina. Acabo de postar e o farei novamente como antes, a partir de agora e enquanto isso for poss´vel, mas virei de vez em quando te ver.

Te deixo meu abraço e desejo de muitas coisas boas!!!
Parabéns pelo livro e aproveite bem teus momentos. Casualmente também estou nele...

Cris

 
At 7/2/07 16:50, Blogger Isa&Luis said...

Olá amiga,

Boa escolha, belo poema. Linda homenagem á tua mãe querida.

Muitos beijinhos para ti

Isa

 
At 7/2/07 17:20, Blogger Rafeiro Perfumado said...

Lindo, Kalinka, a explodir de sentimento. Os meus sinceros parabéns pela homenagem e pela tua participação!

 
At 7/2/07 18:01, Blogger António Melenas said...

Bonito Poema, como todos os que sairam da inspirada sensibilidade de Eugénio de Andrade. Parabéns ela tua inclusão no livro da Blogosfera. Se houer na Fnac de Almada, irei comprá-lo.
Bes.

 
At 7/2/07 18:38, Blogger Trivialidados said...

Nunca é demais dizer... Um abraço.

 
At 7/2/07 19:02, Blogger veritas said...

Eugénio de Andrade, um dos meus poetas preferidos.
Gostei desta expressão de amor. Ainda posso fazê-lo olhando a minha mãe nos olhos e não consigo sequer pensar como vai ser quando os olhos dela deixarem de falar para mim, sim falar, porque de brilhar nunca deixarão, eles brilharão para mim na eternidade, porque moram no meu coração, no mais fundo de mim mesma, só quero conseguir passar a mensagem aos meus filhos...

Bjs.

 
At 7/2/07 19:16, Blogger peciscas said...

Apenas:PARABÉNS!

 
At 7/2/07 19:26, Blogger Laura Lara said...

Kalinka Querida
Que bonita homenagem à tua Mãe. Fico feliz por poder participar, embora não tenha a arte de deixar aqui gravadas as palavras bonitas que ambas - a tua Mãe e tu - mereceriam.
Parabéns pelo livro, que vou procurar na Bertrand.
Muitos beijinhos

 
At 7/2/07 20:14, Blogger Jonice said...

Tua homenagem é repleta de beleza, Kalinka>
Beijinho

 
At 7/2/07 20:42, Anonymous bu said...

Sem nada mais de diferente a acrescentar e concordando..é defacto uma bela homenagem que fazes à tua mãe...e que filha especial tinha ela...que nos responde afinal o que é o amor. Vou lê-lo quando em breve o encontrar. Hoje, aqui, o amor é mãe. Fica um beijo e claro os parabéns pela participação no livro.*

 
At 7/2/07 21:08, Blogger Gui said...

Uma bonita homenagem à tua mãe que no sítio lindo onde se encontra deve estar a sorrir de felicidade. Parabéns pela colaboração no livro e espero que seja a rampa de lançamento para um livro teu. Um beijo amigo

 
At 7/2/07 21:17, Blogger vida de vidro said...

Uma linda e sentida homenagem. Um beijo por isso.
E também é muito bom reler Eugénio de Andrade... **

 
At 7/2/07 21:18, Blogger augustoM said...

Mãe é sempre mãe e nada há mais para dizer. Gostava de comprar o livro onde se pode adquirir?
Um abraço. Augusto

 
At 7/2/07 21:24, Blogger rui said...

Olá Kalinka

Linda homenagem que fazes a tua mãe.
E, ela deve sentir grande orgulho de ti por teres colaborado na confecção deste lindo livro.

Beijinhos

 
At 7/2/07 21:25, Blogger Vida said...

Linda e comovente homenagem a tua Mãe, de certeza que onde está tem o peito cheio de orgulho da filha, parabéns por tudo e pelo livro também.
Peço descula por ter andado tão ausente, mas as condicionantes da minha vida não me deixam muito tempo para viajar na net, no entanto não me esqueço dos amigos.

Uma noite muito doce para ti e beijinhos meus.

 
At 7/2/07 21:28, Blogger kurika said...

Amiguinha Kalinka:
Deixa-me dizer-te que os meus olhos ficaram arrasados de ácidas lágrimas pelo explendor da tua dedicatória à tua Mãe...!!!

Eu ainda tenho os meus pais presentes...e só de pensar que um dia tudo será diferente, até doi o peito só de pensar.

Eu prezo muito a minha família. Nós vivemos muito uns com os outros.

Eu Amo-os tanto, tanto, que não consigo imaginar-me sem eles!

Um xi-coração para ti

Eu vou comprar o livro na Fnac. É mais fácil, e quem sabe, se um dia destes não o poderei ter autografado por ti!

Boa noite.
Noite serena.

 
At 7/2/07 21:33, Blogger lena said...

Kalinka, menina linda, pela tua participação no livro já te dei os parabéns e fiquei muito orgulhosa de ti, claro que vou comprar, para te ter um pouco mais junto a mim

pela homenagem, à tua mãe
está maravilhosa, cheia de muita beleza, o poema de Eugénio uma excelente escolha,

tenho a certeza que a tua mãe está contente e orgulhosa da filha

um dia alguém me disse que a estrela que mais brilhasse no céu era certamente a pessoa que amamos e está presente em nós de outra forma.

por isso a estrela brilhou ainda mais hoje para ti

abraço-te sempre com uma grande ternura, abraço-te até te tocar

beijinhos muitos, menina linda

lena

 
At 7/2/07 21:33, Anonymous Anónimo said...

Parabens pelo que escreveste, parabens pela homenagem a tua mãe, acredito que em outros planos ele te acompanha , esta presente em todos os momentos.
beijinhos

 
At 7/2/07 21:39, Blogger Luna said...

não entendo porque o com. ficou anonomo, fui eu que comentei
luna

 
At 7/2/07 21:47, Anonymous Papagueno said...

Também tenho que te agradecer por aparecer mo livro, foste tu que me desafiaste. Acho que fizeste uma linda homenagem à tua mãe. beijos.

 
At 7/2/07 22:44, Blogger Pé de Salsa said...

Boa noite amiga,

Que homenagem linda, a tua! Será que alguém que te leu deixou de se comover? Não. O teu gesto foi de uma sensibilidade e amor eternos.
Quanto ao livro não vou deixar de o adquirir e ler os pormenores dos textos de cada um dos intervenientes. E em especial, do teu.

Um beijinho para ti e que a vida te sorria, sempre.

 
At 7/2/07 22:58, Blogger serenidade said...

LInda homenagem, ela estará orgulhosa, certamente, esteja lá onde estiver, e está bem, tenho a certeza.

Um beijinho de luz serena

 
At 7/2/07 23:08, Blogger A COR DO MAR said...

Um Beijinho Kalinka, e Parabens ;)*

 
At 7/2/07 23:38, Blogger margusta said...

Querida Kalinka,
...abraço muito grande e apertado em ti!

Linda Homenagem á tua mãe!!!...

 
At 7/2/07 23:55, Blogger Um Olhar Sobre... said...

Querida Kalinka;

Sei bem o que sentes, tb eu tenho uma marca deixada num livro de poesia da blogosfera.

Qt ao que dedicas à tua mãe, é absolutamente fabuloso, aliás como tudo que lhes possamos dedicar, afinal..., mãe é mãe!!!

Obrigada pela tua visita e por me ters trazido até aqui.

Beijinhos da Lina

 
At 7/2/07 23:58, Blogger Hindy said...

Bonito poema!

Bjs :o)

 
At 8/2/07 00:18, Blogger chuvamiuda said...

..............

solidáriamente atento!

.............

Beijinhos e noite serena

 
At 8/2/07 06:33, Blogger jpg said...

KALINKA:

Só para te dizer que vi a letra do "She", sim, mas não respondi pois normalmente vou poucas vezes aos outros blogues por manifesta falta de tempo.
Mas vi, li e muito agradeço.

Perguntei se sabias quem sou, porque no meio de tanta gente, às vezes, não fixamos os nomes de todos.

Um grande abraço.

 
At 8/2/07 07:28, Blogger amigona said...

Não tenho conseguido visitar-te nem deixar-te as minhas palavras...se hoje aqui ficarem sabe que estou contigo nesta homenagem, nesta saudade que dói para a vida inteira!Beijo...

 
At 8/2/07 08:34, Blogger Mikas said...

Acredito, sem duvidas,que estaria mto orgulhosa, mtos beijinhos

 
At 8/2/07 08:51, Blogger lurainbow said...

Esta lindooooo AMEI ...
Um beijo ENORMEEEEEEE

 
At 8/2/07 08:57, Blogger Delfim Peixoto said...

Lindo!
...
jnhs

 
At 8/2/07 09:50, Blogger Vera said...

A tua mãe estará certamente orgulhosa de ti! Tenho a certeza que ela é um dos anjos que te acompanha, como acredito que a minha querida Mãe, que também partiu, me acompanha.
Entendo a tua dor, porque a sofro.
Um beijo enorme e um abraço bem apertado, daqueles que ajuda a passar tudo!

 
At 8/2/07 09:52, Blogger Silvio Vasconcellos said...

Não haverá palavras no mundo capazes de traduzir a ligação amorosa de um filho e uma mãe. Ficamos sempre na tentativa, sempre no quase pleno, como tentar esvaziar o mar com as mãos.

Um beijo

Sílvio

 
At 8/2/07 10:38, Blogger Alexandre said...

Não podias realmente escolher melhor poema para ilustrar aquilo que a tua mãe significou - significa - para ti, aquilo que uma mãe significa para todos nós!

Não há ninguém comparável a uma mãe, é ela que - sem esforço e sem perguntar porquê - está connosco nos bons e maus momentos.

Acredito que a tua mãe te esteja a guiar neste momento e a olhar e a cuidar de ti. Fiquei muito comovido com o teu post. Obrigado por partilhares connosco.

Um beijinho muito grande!

 
At 8/2/07 11:18, Blogger Fallen Angel said...

Dos melhores poemas do Eugénio... numa linda homenagem. Tão sentida que quase nos toca...

( Já tenho o livro... parabéns a todos... e um abraço ao António..)

Beijos.

 
At 8/2/07 11:25, Blogger jawaa said...

Parabéns pelo livro e, principalmente, pela dedicatória, não podias ter escolhido melhor.
Que bonito!

 
At 8/2/07 15:10, Blogger Mar da Lua said...

Que bonito o uso da palavra que fazes "cá em casa"...vou voltar se deixares!

Beijo e Muitos parabéns pelo livro, prometo que vou procurá-lo

 
At 8/2/07 15:11, Blogger Pe. Vítor Magalhães said...

«Deus é Amor» (Bento XVI)

 
At 8/2/07 18:15, Anonymous Anónimo said...

Um abraço para ti, Kalinka.

A.R.

 
At 8/2/07 18:45, Blogger Je vois la vie en vert said...

Gostava de te ter enviado uma linda música do Aznavour que é uma bela homenagem à Mães (LA MAMMA)para colocar no teu blog, se entenderes, mas não deu, não aceitaram o URL.Ainda podes ouvi-la no meu blog ou encontrá-la no www.radioblogclub.com
Boa sorte

 
At 8/2/07 19:34, Blogger Licínia Quitério said...

Parabéns pela tua participação no livro.
Linda a homenagem à memória da tua Mãe.
Muitas felicidades.

 
At 12/2/07 19:56, Anonymous J.Soares said...

Olá Kalinka
Parabéns pela sua participação no livro (já pensou fazer um sózinha ?) e pela homenagem que aqui faz à sua Mãe.
Um beijo do seu amigo JS

 

Enviar um comentário

<< Home