sexta-feira, fevereiro 23, 2007

UM DIA....



Um dia, descobrimos que beijar uma pessoa para esquecer outra, é bobagem.
Você não só não esquece a outra pessoa, como pensa muito mais nela.
Um dia, nós percebemos que as mulheres tem extinto "caçador" e fazem qualquer homem sofrer.
Um dia, descobrimos que se apaixonar é inevitável.
Um dia, percebemos que as melhores provas de amor são as mais simples.
Um dia, percebemos que o comum não nos atrai.
Um dia, saberemos que ser classificado como o "bonzinho" não é bom.
Um dia, perceberemos que a pessoa que nunca te liga é a que mais pensa em você.
Um dia, saberemos a importância da frase: "tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas".
Um dia, percebemos que somos muito importante para alguém, mas não damos valor a isso.
Um dia, percebemos como aquele amigo faz falta, mas aí já é tarde demais.
Enfim,
um dia, descobrimos que apesar de viver quase um século, esse tempo todo não é suficiente para realizarmos todos os nossos sonhos, para beijamos todas as bocas que nos atraem, para dizer tudo o que tem que ser dito...
O jeito é:
ou nos conformamos
com a falta de
algumas coisas
na nossa vida
ou lutamos
para realizar
todas as nossas
loucuras.
Quem não compreende
um olhar tampouco
compreenderá
uma longa explicação!
A VIDA mais
parece um
JOGO...
Bom fim de semana!

30 Comments:

At 23/2/07 02:52, Blogger Ana said...

No dia em que percebermos tudo isso, a vida será mais que um jogo... mas VIDA.
Um beijo, amiga , e bom fim de semana também para ti.

 
At 23/2/07 09:32, Blogger Conceição Bernardino said...

Olá,
“ Somos a ponte para a eternidade,
Formando um arco sobre o mar,
Procurando aventuras para nosso regozijo,
Vivendo mistérios, optando por calamidades,
Triunfos, desafios, apostas impossíveis,
Pondo-nos à prova uma e outra vez,
Aprendendo amar.”
Excerto de “Richard Bach”

É com esta força que renasço todos os dias, para continuar a minha caminhada...
Espero que gostem deste pequeno presente.
Beijinhos, que a escrita nos una!
Conceição Bernardino

http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com

 
At 23/2/07 12:21, Blogger Corvo Negro said...

Boa recordação musical esta, se bem que a prefiro na versão original dos "Berlim".
Quanto às tuas palavras, confesso-me surpreendido, apenas pela irreverência tão assiduamente considerada máscula, por outro lado, aceito a naturalidade da mensagem, afinal já não tens 18 aninhos.
Subscrevo na íntegra o teu texto, principalmente "Um dia, perceberemos que a pessoa que nunca te liga é a que mais pensa em você".
Bem hajas cara Kalinka

 
At 23/2/07 12:27, Blogger Ricardo Rayol said...

A vida é um jogo cheio de percepções nem sempre percebidas. Pobre daquele que não entende que um olhar ou um gesto deve explicar mais que mil palavras

 
At 23/2/07 13:28, Blogger herético said...

palavras sábias. as tuas...

excelente.

 
At 23/2/07 18:16, Blogger Delfim Peixoto said...

Só sei que é cada vez mais importante ter pessoas como tu nas nossas vidas! É que cada dia que passa é mais uma lição e tui fazes parte dela
jnhs fraternos

 
At 23/2/07 18:24, Blogger poetaeusou said...

A vida é um Jogo,.
e de Azar...
BFS.
b)

 
At 23/2/07 19:23, Blogger lena said...

Kalinka, menina linda, um beijo é um beijo e a vida é feita de momentos, momentos que vamos guardando e apreciando, momentos que nos agradam, momentos que vamos recordando, tudo isso é vida, não sei se lhe posso chamar um jogo, não gosto muito de jogar

a minha viva é o mar ele encanta
e canta-me ...



sempre interessantes as tuas partilhas. momentos bons que nos vais oferecendo e que nos deixa a meditar


abraço-te sempre com uma grande ternura, minha querida amiga

beijinhos doces para ti

lena

 
At 23/2/07 19:31, Blogger asn said...

Kalinka aiué!
Acuso a recepção de todos os comentários dos últimos dias...(até parece que estou a escrever uma carta comercial...ou ofício...mas não!!!).
Muito obrigado por todas as palavras amigas, Kalinka.
O meu e-mail é o que está na barra lateral do meu blogue (geral@leiriana.net).
Este teu texto está excelente e muito intencional, para além de ser capaz de nos despertar as mais diversas emoções.
Um bjinho
António
- com mais vagar tenho que enviar um e-mail como deve ser!

 
At 23/2/07 20:30, Anonymous Anónimo said...

Kalinka amiga, que palavras sábias e acertadas, que verdade!
beijos e bom fim de semana
Ana Paula

passsa pelo paul dos patudos

 
At 23/2/07 21:54, Blogger monika said...

É preciso ter a serenidade para aceitar o que não podemos mudar, coragem para mudar o que podemos e sabedoria para saber a diferença. A arte de se ser sábio consiste em saber o que se pode ignorar.

Será que um dia vamos descobrir tudo aquilo ou enganamo-nos a nós próprios que descobtrimos e acreditamos?!

Beijokas e bom fim de semana
Mónica

 
At 23/2/07 22:40, Blogger amigona said...

Senti alguma nostalgia, alguma tristeza...beijo amiga e bom fim-de-semana...

 
At 23/2/07 22:42, Blogger Túlio Hostílio said...

maravilhoso....

 
At 24/2/07 00:54, Blogger morffina said...

Um dia apercebemos-nos que a vida não se apercebeu de nós.

Abraço
MF

 
At 24/2/07 02:59, Blogger poca said...

esse dia só vem.. depois de iniciarmos a caminhada.. e de cairmos e de nos levantarmos..
mas sim.. esse dia vem.

 
At 24/2/07 04:00, Blogger O Sibarita said...

Oi Kalinka! "Um dia, nós percebemos que as mulheres tem extinto "caçador" e fazem qualquer homem sofrer." Ô tem é? kkk Humm e nos faz sofrer? Xiiii... Ai meu Deus do Céu!

Bela postagem!

bjs,
O Sibarita

 
At 24/2/07 12:22, Blogger Pepe Luigi said...

kalinka,
Obrigado pelas tuas amáveis palavras no meu sinestesia-crepuscular.
Como já fiz transparecer no teu outro blog, sou um eterno defensor da Mulher.
Ela é responsável pelo princípio do Ser Humano. É a perene maternidade!

Os teus momentos escritos são muito preciosos.
Parabéns para ti que sabes sentir e ser: Filha, Mãe, Avó e muito mais.

Um beijinho
do Pepe.

 
At 24/2/07 12:51, Blogger pitanga said...

Ou nos conformamos ou saímos beijando por aí que nem doidas...hehehe. Oh, Kalinka, que essa vida é mesmo difícil.

beijinhos de sábado

 
At 24/2/07 13:38, Blogger Cristina said...

Kalinka,
Sempre com bom gosto :)
Um bom fim de semana para ti
:)
beijinhu

 
At 24/2/07 18:48, Anonymous Jofre Alves said...

Sempre com o mais fino bom-gosto, com o artigo interessante e linda fotografia, a fazer deste, um dos melhores blogues. Bom fim-de-semana.

 
At 24/2/07 19:28, Blogger elsa nyny said...

Olá!!!

Pois então que saibamos jogar este jogo...da vida!!!


beijinhos!
:)

 
At 24/2/07 21:37, Blogger Célia Marina said...

Senti que vale a pena levantar todos os dias, agradecer por mais uma noite e pedir pelo dia e por todos que fazem parte dele!!!!
Que a luz cai sobre todos nós blogueiros!!!

Namastê

 
At 24/2/07 22:41, Blogger A.J.Faria said...

Um interessante olhar, sobre determinados comportamentos que fazem parte da existência humana.

Bjs

 
At 25/2/07 12:51, Blogger o alquimista said...

Nada é igual, nada se repete...é o fascinio da vida...


Doce beijo

 
At 25/2/07 21:26, Blogger Alex said...

Faz-me lembrar aquele beijo famoso colhido por um fotógrafo que depois se tornou famoso nas ruas de Paris nos anos 50. Lindo... nao há idade para o primeiro beijo...

Kalinka, agora estou no Fundamentalidades - parte 2 porque o gmail desactivou-me o o outro bog não sei porquê: pode-se consultar e comentar mas não lhe posso postar mais nada. A vida agora continua aqui...

Beijinhos!!!

 
At 25/2/07 22:00, Blogger DIV de divertida said...

pena que percebamos isso demasiado tar...

 
At 26/2/07 00:09, Blogger Patrícia Posse said...

Gostei :) Um dia certamente perceberemos se fizemos bem em nos conformar ou resistir em algumas circunstâncias ;)
***

 
At 28/2/07 02:21, Blogger Eärwen Tulcakelumë said...

Gosto muito destes dizeres. A vida realmente é um jogo que deveremos ter prazer em jogar e aprender a cada lance.
Deixo-te pérolas incandescentes de carinho.
Eärwen
27.02.07

 
At 3/3/07 11:23, Blogger Existe uma estrela no céu que ninguem vê senão eu! said...

Oi prima ja conhecia este post... muito bom! bjocas

 
At 11/3/07 02:18, Blogger Kalinka said...

Apetece-me sentar-me no parapeito da janela e olhar o céu em silêncio, contemplar as estrelas, sentir-me envolvida pela luz da lua.
Apetece-me embrulhar-me num cobertor e chorar até que as forças me faltem, deitar toda a dor, mágoa, tristeza, desilusão, arrependimento, amargura, medo, tristeza…

Palavras para quê…???
Estou de férias…vou tentar «estar» muito bem.
Beijokas.
Bom domingo.

 

Enviar um comentário

<< Home