domingo, setembro 16, 2007

Um abraço...

Amigos e Amigas
Começo por agradecer as palavras sábias, sentidas e doces que me dirigiram, no post anterior, bem como desde sempre que existo neste belo mundo da blogoesfera. É aqui neste mundo dito por muitos, virtual, mas que...quem tem olhos na alma, sabe como eu que é tanto mais real que virtual, onde tenho recebido os miminhos que fazem tanta falta.
As pessoas existem, algumas já «conheço» há mais de 2 anos...
Prova disso, a Amiga Maria Faia do blog http://wwwquerubimperegrino.blogspot.com/, com a qual me cruzo há poucos meses, resolveu fazer um post em minha homenagem com o título: Parabéns à Mãmã Kalinka.
Que dizer?
Muitíssimo obrigado Amiga, fico mesmo comovida e muito feliz por estas manifestações de carinho, compreensão, cumplicidade. Sentimentos esses que eu também gostaria de dizer que sinto nos outros meus mundos de vivência, mas... sinto apenas uma grande indiferença da parte das pessoas que lidam comigo. Alguém disse: «o ser humano é cruel»...estaria certo? talvez, quem sabe!!!
Desta vez, as imagens que coloco são do site: postais.de
Este post foi feito e colocado por controle remoto, penso que entendem o que estou a dizer, porque no momento que me estão a ler, estou internada no hospital. Aguentei firme até ao fim dos meus limites, situação essa desaconselhada pelos meus médicos assistentes desde sempre, mas...que eu, por motivos superiores à minha vontade, não tenho cumprido. Ainha há quem não acredite em mim, e por isso, cada vez fico mais introvertida e não expresso tudo o que sinto, vou guardando para mim, pois para tudo na vida é preciso ter: olhos na alma, ouvidos no coração; quando falamos com alguém e abrimos o nosso coração, quem nos ouve deveria estar em consonância com o que dizem as nossas palavras e com o que mostram os nossos olhos; só que, infelizmente, cada vez mais, existem pessoas que «não querem ver» e alguém disse: «pior cego não é o que não vê, mas aquele que vê e não quer ver»...
Pensei seriamente neste post, proibir a colocação de comentários, pois...ainda há quem diga que escrevo só desgraças, para ter muitos comentários; isso dói-me. No entanto, como imaginei que algumas pessoas iriam deixar comentários no post anterior e, como não quero misturar as coisas, ficará aberta a colocação de comentários.
Peço-vos apenas o seguinte:
Não sintam «pena» de mim, apenas quero sentir em vossos corações uma Amizade linda e o carinho que me faz falta.
Gostaria de reproduzir aqui, na íntegra, a carta escrita pelo meu médico assistente, (levo-a comigo para a urgência) para lerem o que ele relata do meu sofrimento, talvez calaria as tais vozes que insistem em dizer que...


Só peço isso mesmo que está escrito no postal:

Um abraço!

Etiquetas:

23 Comments:

At 16/9/07 12:42, Blogger Mário Margaride said...

Querida Kalinka,

Deixo-te um grande abraço de amizade e carinho. Ninguém mais do que tu o merece.

Um excelente Domingo!

Beijinho grande

 
At 16/9/07 17:10, Blogger Eärwen Tulcakelumë said...

" Amigo é coisa pra se guardar
no lado esquerdo do peito
dentro do coração
mesmo que o tempo e a distância
digam não..."

Pérolas incandescentes de luz e força minha amiga guerreira.

Eärwen

 
At 16/9/07 17:50, Blogger Pete said...

Desejo-lhe força e garra para superar esse momento difícil. Deixei-lhe um desafio, mas como vejo não deve conseguir responder-lhe agora por isso deixe a resposta para quando puder.

Um Abraço e as melhoras.

 
At 16/9/07 21:59, Blogger citadinokane said...

Kalinka,
Uma ótima semana, ok?!
Beijos,
Pedro

 
At 16/9/07 23:39, Blogger Zé Povinho said...

As melhoras e um abraço do Zé

 
At 17/9/07 01:05, Blogger Freyja said...

te saludo con mucho cariño despues de haber leido el blog de Maria Faia, una bella amiga
deseo que estes muy bien y una buena semana
besitos


besos y sueños

 
At 17/9/07 03:37, Blogger Mãe e filho said...

Prima. Aqui te mando um grande e caloroso abraço e beijo. Infelizmente o que faas é bem verdade, pois também eu já estive doente e ouvia exactamente o mesmo que tu. Que não passava de pessimismo e lamechices. Mas o que nos vai cá dentro, só nós o sabemos. Quero apenas que saibas que tens todo o meu apoio e carinho. Beijos

 
At 17/9/07 10:05, Blogger ShinningMoon said...

Kalinka!!
Para mim foi uma verdadeira surpresa este post.
Não te sabia doente, nem qual a doença nem a sua origem ou natureza.
Só sei que nunca te visitei com esse sentimento de "pena" de que falas.
Gosto de visitar-te e ler o que escreves, apenas "perder-me" por aqui.
Desejo-te uma óptima e rápida recuperação.
Um beijito, com carinho.

 
At 17/9/07 14:37, Blogger Elfo said...

Olá Kaliyka, continuo a ver que estás bem disposta mesmo passando pela provação terrível que é estar nessa situação. Há já uns anitos que fui operado a um linfoma no lábio inferior e andava tão assustado que tive de desabafar aqui na blogosfera ou cyberespaço, as minhas dúvidads e incertezas quanto ao futuro. Foi aqui que encontrei grandes amigos, que nunca vi, e que me deram força para continuar e para não desesperar pois milagres acontecem e, comigo aconteceu mesmo. Aqui te deixo um enorme abraço e desejo de recuperação rápida. Eu acredito que se quisermos muito uma coisa, essa coisa acontece mesmo, por isso eu quero que te saias bem dessa situação. Desculpa a minha intromissão na tua vida, mas vou mesmo fazer uma oração por ti.
Beijinhos deste Elfo que também não conheces.

 
At 17/9/07 14:47, Blogger Elfo said...

Do persa


Em nome do Senhor da Prolação, o Poderoso.

1. Ó Vós Que Possuís Mentes Para Saber e Ouvidos Para Ouvir!
O primeiro chamado do Bem-Amado é este: Ó rouxinol místico! Em nenhum lugar habites, senão no rosal do espírito. Ó mensageiro do Salomão do amor! Nenhum asilo busques salvo na Sabá do bem-amado e, ó fênix imortal, não te alojes senão no monte da fidelidade! Aí está tua morada se, com as asas de tua alma, voares ao reino do infinito e tentares atingir teu alvo.

2. Ó Filho do Espírito!
A ave procura o ninho; o rouxinol, o encanto da rosa; aquelas aves, porém, que são os corações dos homens, contentando-se com o pó efêmero, têm vagado longe de seu ninho eterno e, volvendo os olhos para o lamaçal da incúria, se têm privado da glória da presença divina. Ai que estranho, que lástima! Pelo conteúdo de uma simples taça, afastaram-se dos mares encapelados do Altíssimo e permaneceram longe do horizonte mais esplendoroso.

3. Ó Amigo!
No jardim de teu coração, nada plantes salvo a rosa do amor e não te desprendas do rouxinol do afeto e do desejo. Estima a companhia dos justos e evita toda associação com os ímpios.

4. Ó Filho da Justiça!
Aonde pode ir o apaixonado senão à terra de sua bem-amada? E aquele que procura, poderá ele ficar tranqüilo longe do desejo de seu coração? Para quem ama verdadeiramente, a união é vida e a separação morte. Vazio de paciência está seu peito; privado de paz, seu coração. A miríades de vidas ele renunciaria a fim de se apressar para onde se encontra a bem-amada.

 
At 17/9/07 15:19, Blogger Elfo said...

Se eu pudesse, e posso, dar-te;
Um segredo que pudesses partilhar;
Neste nobre impulso de dar arte;
A quem o necessita para amar.

Ó Kaliynka que não conheço;
Apenas leio o que escreves;
Mas tu não sabes o que eu penso;
Mas sei, no fundo, para que serves.

Serves, o mais das vezes, para dar;
Àqueles que te vêm visitar, e em vez de receberes:
Teimas sempre em ser tu a proporcionar;
Momentos belos de quem sabe amar.


Um abraço.

 
At 17/9/07 15:24, Blogger Car said...

Olá Kalinka

Não queria fazer nenhum comentário mas li que´tem a doença sarcoidose e gostava de saber o seu email para poder saber mais sobre esta doença pois foi-me diagnosticada em Agosto. O meu é csgcosta@sapo.pt.

 
At 17/9/07 15:30, Blogger Car said...

Descula estar-te a incomodar mas só depois de colocar o comentário é que li que estás internada. Mas como sinto-me um bocado em baixo por estar com esta doença e como não conheço ninguém que a tivesse tido, e quando vi que tinhas tido sacoidose solicitei o teu email par poder saber mais.

 
At 17/9/07 15:38, Blogger Baby said...

Kalinka, tenho andado um pouco afastada, por falta de tempo, pois quando temos visitas em casa, nada é igual e as nossas atenções são dirigidas noutras direcções. Fiquei, pois, tão surpresa, quando vi que tinhas sido internada! sabia, claro,dos teus problemas, mas não pensava que tinhas atingido o teu limite.
Desejo sinceramente que recuperes ràpidamente e que estejas a ser tratada tão bem como mereces.
Um beijo, com carinho.

 
At 17/9/07 17:06, Blogger Girassol said...

Um abraço, com a profunda certeza de que todos nós temos forças que jamais julgámos possuir, e que nas situações necessárias tornamo-nos verdadeiros guerreiros.
Sê uma, sempre.

Beijo.

 
At 17/9/07 19:13, Blogger o guardião said...

Aqui ficam os desejos de uma rápida recuperação.
Um abraço d' O Guardião

 
At 17/9/07 23:35, Blogger antónio paiva said...

.......

Beijinho e tudo de bom!
................

 
At 18/9/07 13:01, Blogger Cristina said...

Hoje venho aqui apenas para te oferecer um miminho, vem ao meu cantinho e lá o encontrarás
:)

beijinhu

 
At 18/9/07 19:54, Blogger ©õllyß®y said...

é sempre tão bom, quando recebemos carinho dos amigos...

Doce beijo, amigo

 
At 18/9/07 21:13, Blogger vida de vidro said...

Um abraço e um beijo grande, desejando as melhoras rápidas. **

 
At 18/9/07 21:40, Blogger Nani said...

Amiga... venho deixar-te uma grande abraço... era o que faria se aí estivesse, porque os amigos são mesmo para as ocasiões, boas e más.

Não te importes com comentários sem sentido...

Abraço... com desejo de rápidas melhoras. Acredita amiga...

Nani

 
At 18/9/07 23:27, Blogger Mocho Falante said...

Querida Kalinka sabes que as vozes de burro não chegam ao céu e por isso os insensíveis que te magoam, não têm a força necessária para ser uma pedra no teu sapato, por isso cá te esperamos de braços abertos para te mimar muito

Beijocas e as melhoras

 
At 22/9/07 21:52, Blogger Lusófona said...

Pois eu, Querida Kalinka, adoro o teu blog e tudo o que escreves.

Um grande e forte abraço com muito carinho

 

Enviar um comentário

<< Home