sexta-feira, agosto 18, 2006

NÃO POSSO ADIAR O AMOR...


Nada é mais importante que a vida.
Nada substitui a alegria do amor
Mesmo quando tudo aponta
para lugar nenhum
É nessas horas que tirando forças
De onde pensávamos nada mais existir,
Descobrimos o poder maravilhoso
Que há dentro de nós
E assim, apoiado nos amigos
Aqueles que sempre estão ao nosso lado
Vemos ressurgir a esperança.
Nunca desista de tentar
Nunca desista de amar
Nunca desista de ser feliz
Faz parte da vida Viver
Olhe para dentro de si mesmo
E se responda como vai Você
E se ainda assim persistir a dúvida
Saiba que sempre terá um amigo
Para lhe dar a mão
Aquele das horas incertas
Que nada lhe cobra
Mas sempre estará ao seu lado
Você faz a felicidade acontecer

22 Comments:

At 18/8/06 18:42, Blogger peciscas said...

Nunca desista de tentar
Nunca desista de amar
Nunca desista de ser feliz

Isto deveria ser o lema de todas as vidas.

 
At 18/8/06 21:20, Blogger Ana said...

O amor é mesmo aquilo que não se pode adiar. Só ele dá sentido à vida.
Um beijo.

 
At 18/8/06 22:21, Blogger citadinokane said...

Linda mensagem, a persistência é a chave do sucesso.
Voltarei mais vezes.
Um abraço além-mar,
Pedro

 
At 18/8/06 23:53, Blogger poeta_silente said...

Minha querida amiga!
Novamente as coisas que colocas aqui, divinamente inspiradas, retratam o momento que estou vivendo.
Novamente, tuas palavras dizem o que meu coração está a dizer:
"É nessas horas que tirando forças
De onde pensávamos nada mais existir,
Descobrimos o poder maravilhoso
Que há dentro de nós
E assim, apoiado nos amigos
Aqueles que sempre estão ao nosso lado
Vemos ressurgir a esperança."
Interessantíssimo como falas por mim.
Estou sem inspiração para escrever. Neutra. Mas, afirmo que é somente para escrever. Porque, para viver, estou intensamente inspirada. Para amar, estou sublimamente inclinada...
beijos
Deus te abençoe e te guarde, sempre.
E que ELE permita que sempre possamos conviver com tuas palavras lindas e significativas.
Miriam

 
At 18/8/06 23:57, Blogger José Manuel Dias said...

Só perde quem desiste...
cumps

 
At 19/8/06 01:25, Blogger José Alberto Mostardinha said...

Olá Kalinka:

A amizade é como a brisa,
Não a podes segurar,
Não a podes cheirar,
Não a podes provar,
Nem saber quando está vindo.

Mas podes sempre pressenti-la,
E saberás sempre que ela está lá,
Ela pode vir e depois ir,
Mas saberás sempre que regressará.


Obrigado pela tua visita e comentário.
Um beijo e bom fim de semana,

 
At 19/8/06 02:19, Blogger ruth iara said...

Eu amei teu texto, Kalinka. O amor tem mesmo imensas possibilidades e não pode ficar estancado dentro do peito. Quem ama deve expandir-se e fazer o bem para várias pessoas; quanto mais melhor.

Sabe, está um fio danado aqui; um frio úmido. Estou querendo ir para cama bem cedo e pegar num livro.

Beijos! Bom fim de semana! Tudo de bom!

 
At 19/8/06 03:46, Blogger Pedro Ferreira, Visconde de Cunhaú said...

Belo poema!

 
At 19/8/06 07:31, Blogger Tons Pastel said...

Gostei muito do poema que aquinos mostras. Um apelo à vida, um hino ao amor. Buscá-lo, tentar agarrá-lo
e nunca desistir de ser feliz é o que todos devemos fazer. A vida sem amor, afinal o que é?
Beijinhos

 
At 19/8/06 11:41, Blogger Isa&Luis said...

O poder maravilhoso do amor está dentro de todos nós, mas na maioria está recalcado e, por tal, impedido de se manifestar.
Resta explicar porquê!....
Bom fim-de-semana!
Um beijo
luis

 
At 19/8/06 12:22, Blogger grão de areia said...

Vim pelo blog da Isa (Serpentine) gostei e fiquei um pouco.

Bonitas palavras e musica excelente.

Conheço a Moita, morei lá perto.

Beijinhos e bom fim de semana

 
At 19/8/06 12:34, Blogger Saramar said...

Querida, bom dia.
O amor não pode mesmo ser adiado.
E a amizade é o que existe de mais bonito. Para mim, aquilo que prova que o ser humano ainda tem salvação.

Obrigada por sua gentileza.

Beijos e um lindo final de semana.

 
At 19/8/06 15:34, Blogger poeta_silente said...

Kalinka, amiga!
Passei para te dar um Bom Dia e agradecer o comentário feito no Blog. E dizer-te que sou eu quem está sem inspiração e que fez o post "Minha isnpiração, onde anda?" . Porque, realmente, estou sem inspiração. Nada me vem à cabeça. As letras não pulam em meus dedos, o teclado vira um emaranhado de quadradinhos, sem que eu possa juntar letras e formar um bom comentário, ou um bom post.
Léia é uma excelente poetiza e não me passa pela cabeça sua perda de inspiração...rsrsrsrsrs... Eu fico deslumbrada com cada post que ela faz.
Obrigada, amiguinha. Sempre delicada, sempre nos visitando. Uma amiga fiel. Que Deus te abençoe. Porque sei, és uma pessoa especial.
Beijos
Miriam

 
At 19/8/06 15:59, Blogger Kafé Roceiro said...

É, minha amiga!
Você é fogo! Mesmo com seus problemas ainda posta coisas maravilhosas e tem força pra visitar os amigos, um abração do Kafé.

 
At 19/8/06 16:04, Blogger A.J.Faria said...

Olá, Kalinka!
Boa reflexão!
A vida é uma constante luta em que devemos colocar todas as nossas qualidades ao serviço da felicidade!
Bjs

 
At 19/8/06 17:07, Anonymous pedaços de mim said...

..O amor é flor que nasce,cresce..cresce,e toma novas formas de se expressar,é o que cresce de imediato!,faz rir e faz chorar,faz ferir e faz pensar,é o que leva á loucura com momentos de doçura,é o não saberes o porquê da razão e entregares-te de coração.E continuares a acreditar que um dia.."ele"vai chegar perto de ti e juntos irão encontrar o mais bélo: a FELICIDADE.bjos de outro pedaço de mim.Obrigado pelo teu carinho nas tuas palavras.

 
At 19/8/06 23:18, Blogger Luís Monteiro da Cunha said...

Sabes bem
que não te podes adiar
quem se adia
perde a vontade
de ser quem é
de tanto se anular
num eterno fica pé
e a vida a passar...

bjinhos amiga
bom fim de semana

 
At 20/8/06 01:22, Blogger José Alberto Mostardinha said...

Ola Kalinka:

Bom fim de semana.
Um beijo,


Novo artigo no EG á espera do teu comentário.

 
At 21/8/06 23:22, Blogger Lâmina d'Água, Silêncio & Escriba said...

Olá!!!

Vim atender ao teu pedido!!!

Gostei do teu jogo de palavras...
Aproveito para te agradecer por yua constantes visitas e te sinta à vontade para voltares em meu espaço sempre que desejares.

Uma ótima semana!!!
Beijinhos,
Cris

 
At 22/8/06 02:59, Anonymous Nan said...

Apareci aqui via perfis que dizem Moita. Ainda pouco li, mas gostei.
Curioso: tenho, num post, esse poema do António Ramos Rosa :)

 
At 22/8/06 23:15, Blogger Patrícia Posse said...

mas qts vezes deixamos k adiem o amor? ou k nós proprios o façamos?

o importante é mesmo os amigos das horas incertas k nos oferecem verdadeiros pedaços de uma felicidade k só faz sentido qd é partilhada e inadiável;)

***

 
At 28/8/06 02:31, Blogger ...Pedaços de Mim.. said...

..Quando se ama sofre-se.Sofre-se quando não se é amado.Quando se ama esquece-se.Prende-se o pensamento no além esquecido por todos lembrado por ninguém,quando se ama sente-se um nó ca dentro nas profundezas do coração.Tu e"ele"são um só.Pois quando se ama,ama-se e é se amado,só assim se consegue encontrar a felicidade.Não deixes de amar e acreditar no amor.Neste momento da minha vida tbm tou sozinho,mas por opção minha.Sim estive lá em fortaleza,é liiiindddoooo..!!!.bjinhos de http://outropedacodemim.blogspot.com .(luis).

 

Enviar um comentário

<< Home