domingo, agosto 05, 2007

Montreal (2) - CANADÁ

A palavra "Montreal" é a versão arcaica, escrita de forma simplificada, de Mont-Royal, um morro localizado na cidade, no centro da ilha. Montreal é um dos centros culturais mais importantes do país, sediando vários eventos nacionais e internacionais. Entre eles estão o Juste pour Rire, um dos maiores festivais de comédia do mundo, o Festival de Jazz de Montreal, um dos maiores festivais de jazz do mundo, e o Grand Prix de Montreal. Montreal é considerada a cidade mais européia da América do Norte.
Montreal possui uma das populações mais bem
educadas do mundo, possuindo a maior concentração de estudantes universitários per capita de toda a América do Norte. A cidade possui quatro universidades - duas delas francófonas e duas delas anglófonas - e 12 faculdades. É um centro da indústria de alta tecnologia - especialmente na área de medicina e na indústria aeroespacial. Montreal é atualmente uma das cidades mais seguras do continente americano, sendo que em 2005 foram cometidos apenas 35 homicídios em toda a cidade.
Montreal foi uma das primeiras cidades do Canadá, tendo sido fundada em
1642. Montreal, desde então, foi até a década de 1960 o principal pólo financeiro e industrial do Canadá, bem como a maior cidade do país. Considerada até então a capital econômica do Canadá, Montreal também era considerada uma das cidades mais importantes do mundo. Porém, durante a década de 1970, a anglófona Toronto tomou o posto de capital financeira e industrial do país.
Em 2001, os 27 subúrbios de Montreal na ilha homônima foram fundidos com Montreal. Em 2004, após os resultados de um referendo, 15 destas ex-cidades tornaram-se administrativamente independentes de Montreal em 1 de janeiro de 2006, voltando a serem cidades à parte.
Esta foto foi captada à saída de uma zona de miradouro, onde o autocarro parou, lá no alto da «montanha» para vermos a Cidade-Ilha de Montreal. Pela 1ª vez vi um sinal de stop diferente.

No 1º dia fizemos uma visita guiada de 3 horas à cidade e à «montanha», no bus conduzido pelo nosso motorista Jeremias; na fase final da visita descemos do autocarro e fomos andando até perto do Porto Velho, paramos no restaurante CHEZ QUEUX na Praça Jacques-Cartier, onde quase todo o grupo almoçou, juntamente com a nossa Guia – Rose. Aliás, foi uma sugestão dela. Nas minhas fotos vê-se um pouco do interior do restaurante e, a sobremesa com que terminou o almoço.
Depois seguimos a pé, com a Guia, pois estávamos todos curiosos em ver a tal «cidade subterrânea» e, ao subirmos aquela rua que tinha no topo a Perfeitura de Montreal, encontrei um homem, dos que fazem dinheiro na rua, desta vez não fazia de estátua (como outros que vimos) mas era muito original a ideia dele. Tinha 2 placas de cartolina, numa estava escrito em francês: «accolades gratuites» e, na outra em inglês: Free Hugs. Pois é, neste Mundo, cada dia mais carente afectivamente, um HOMEM lembrou-se de distribuir ABRAÇOS GRATUITOS a quem passava na rua. Era uma forma de ganhar a Vida, se alguém quisesse dar-lhe uma moeda por estar grato à sua ideia, melhor seria para ele, mas…vi muitas moças a aproximarem-se dele para serem abraçadas de forma GRATUITA.

Este ano celebrava-se o 25º aniversário do «Festival Juste pour rire» entre os dias 8 e 29 de Julho de 2007.
Description : C’est la fête durant trois semaines cet été à l’occasion du 25e anniversaire du Festival. Le plus grand Festival d’humour au monde est à Montréal, plus de 2 millions de festivaliers en profitent à chaque année, ne manquez pas l’occasion d’être l’un d’eux cette année.
Théâtre de Verdure - Lieu de culture apprécié par plusieurs générations de Montréalais, le théâtre de Verdure offrira encore une fois cet été une programmation riche et diversifiée. Résolument ouvert sur le monde, l’amphithéâtre en plein air du Parc La Fontaine animera la saison estivale avec une cinquantaine de représentations gratuites où se côtoieront musique, danse, théâtre et cinéma.

Nesta foto vê-se um pouco do «muro de Berlim» que foi oferecido à cidade de Montreal e está precisamente exposto na «cidade subterrânea».

Entra-se para a «cidade subterrânea» através de alguns Hóteis, situados pela cidade; nós seguiamos a Guia e, qual não foi o meu espanto, depois de termos passado as portas de entrada de um luxuoso hotel, acabarmos por descer em escada rolante e, logo ali descobrir outro Mundo, limpo e cheio de interesse.

Etiquetas:

28 Comments:

At 6/8/07 00:24, Blogger Kalinka said...

Deep in the heart of Old Montreal lies a romantically elegant restaurant known as Chez Queux. As though stepping back in time, perhaps to 1862 when it was built. Velvet curtains, crimson carpeting, high wooden beamed ceilings and archways, stone walls and old candle lit chandeliers, we sit in high back velvet chairs warmed by an open fireplace listening to gentle live piano music. The tables are adorned with fresh orchids, crystal and sterling candlesticks, glassware and polished silver. Chez Queux has several possibilities for dishes prepared at your table including Chateaubriand for two. It is recommended to try one of these while you are here.
Chez Queux is a good-old-days French restaurant with a retro-luxe menu and a château-like décor: stone and wood paneled walls, heavy drapes, throne-like chairs, heavy chandeliers, fireplaces, and wall to wall red carpeting. There’s more of a perfume in the air than a crackle and the background music is Mozart, not Madonna.
FOI ESTE O RESTAURANTE ONDE ALMOCEI

 
At 6/8/07 01:22, Blogger Pete said...

Espero que as férias tenham sido boas. Essa dos abraços gratuitos está uma boa ideia, não tarda importam-na para cá.

Beijinhos e boa semana.

Obs.: O meu blog voltou à base devido a problemas técnicos.

http://www.petemichael.blogspot.com

 
At 6/8/07 02:20, Blogger Célia Marina said...

Já terminou as suas férias???que pena não....deliciosa!!!

beijocas e seja bem vinda

Célia

 
At 6/8/07 03:19, Blogger Eärwen Tulcakelumë said...

Que bom que voltou!!! E como sempre acabamos viajando com teu post.

Agradeço tua visita ao meu mundo, és sempre bem vinda.

Pérolas incandescentes de luz.

Eärwen

 
At 6/8/07 04:44, Blogger Mãe e filho said...

Oi prima. Continuo a adorar o que relatas sobre o Canadá, mais próprimente Montreal. Sobre a história de ser a cidade com o menor numero de homicidos, a população mais bem-educada já me deu o bichinho de querer realmente conhecer esse lindo País. Sabias que apesar dos portugueses que estavam ilegais no Canadá trem sido deportados, o Canadá está a aceitar muitos imigrantes porque o governo Canadense viu que realmente está a precisar de pessoas para trabalhar. Mas claro que para eles aceitarem esses imigrantes eles (os imigrantes) têm de ter conhecimento de inglês ou Francês fluente, têm de provar que estão ali para trabalhar e não para viver à custa do governo e claro ter um registro criminal lindo.
Quanto ao FREE HUGS, quando u estive em Pensacola, Florida também estava lá junto da praia a fazerem o mesmo. Mas não era apenas 1, mas sim cerca de 3 ou 4 pessoas. Achei aquilo um maximo também. Era bom que Portugal também aderisse a isso pois cada vez somos um País mais egoísta e individualista. O sinal de transito assim também nunca tinha visto. Beijos

 
At 6/8/07 06:57, Blogger Maria said...

Grandes férias essas, pelos vistos....
Vê lá que cheguei a pensar que tinhas fechado o blogue... não sei porquê...

Espero mais relatos
Beijo

 
At 6/8/07 07:37, Blogger Funes, o memorioso said...

Cara Kalinka,

Aposto que Montreal não pode ser assim tão abominável como a descreve. Tal como a descreve, parece o cachafurdo mais detestável do planeta.
Gente sem defeitos que distribui abraços e tem restaurantes afrancesados: credo!

 
At 6/8/07 10:04, Blogger ShinningMoon said...

Olá Kalinka!
Tal como perguntaste... para saberes quem é o teu visitante X e o premiares, só precisas de publicar essa iniciativa.
Depois, o tal X, faz um print screen da tua página (no local do teu contador) e envia-te por e-mail.
Bjitos e boa semana.

 
At 6/8/07 11:53, Blogger aflores said...

Não fosse o meu medo (enorme) de voar, estaria aqui uma excelente sugestão para férias. No entanto, fico-me pelo fantástico passeio que dei ao ler este post;)

Agradeço e retribuo visita ao meu blog;)

 
At 6/8/07 14:04, Blogger Liliana said...

Agradeciamos que nos ajudassem a divulgar esta causa:

http://www.petitiononline.com/alviela/petition.html

Assinem! Obrigado

 
At 6/8/07 15:38, Blogger Je Vois la Vie en Vert said...

Obrigada pelo teu convite. Gostei imenso de ler informações sobre Montreal - que não conheço, infelizmente, só conheço Toronto - e gostava imenso de visitar esta região que fala a minha língua-mãe e talvez receber um abraço ...uma ideia muito boa mas cuidado com os pique-pockets...

Um beijinho verdinho

 
At 6/8/07 16:04, Blogger papagueno said...

Então já terminaram as férias. Isso foi em grande, o canadá é um país de enorme beleza.
Beijinhos e bons passeios.

 
At 6/8/07 21:28, Blogger Rosa dos Ventos said...

Para mim um local onde se fala francês é necessariamente especial!
Bisous

 
At 6/8/07 23:29, Blogger Victor Nogueira said...

Mana
Passei para saberes como vais.
Bjo
VM

 
At 7/8/07 11:05, Blogger Lusófona said...

Mais uma viagem que faço contigo querida Kalinka... obrigada pela partilha ;)

Beijinhos com carinho

 
At 7/8/07 12:26, Blogger Cristina said...

Kalinka,

Duas belas reportagens sobre Montreal. Estive lá à dois anos e adorei. Para mim uma das cidades mais lindas e limpas que já visitei...

Também notei que STOP em francês...

Adorei

:)

beijinhu

 
At 7/8/07 14:51, Anonymous Princesa said...

Um enorme beijo Kalinka, obrigada pela partilha desse maravilhoso destino de férias que anseio por descobrir um dia!

Vou tentar inspirar-me para postar um tema sobre as minhas recentes férias à descoberta do Egipto...
Ainda me sinto tonta de tamanha emoção!

Beijinhos !!!

Princesa
www.espelhos.blogs.sapo.pt

 
At 7/8/07 17:54, Blogger melga meiguinha said...

Li com muita atencão tudo o que escreveu. Estamos sempre a aprender e isso é muito bom.

Tanto quanto me parece foram férias muito boas, verdade?

Por aqui isto tem estado bem preto mas espero que a saúde volte logo.

Beijocas.

 
At 7/8/07 18:08, Blogger João Cordeiro said...

Uma excelente lição de vida se pode retirar desse texto magnífico.

Obrigado por o partilhares.


Beijinho sonhador

 
At 7/8/07 19:39, Blogger Marlene Maravilha said...

Que tremendo texto! Gostei demais!
Aprende-se muito por aqui! e eu gosto!
Beijos

 
At 7/8/07 20:11, Blogger Andreia do Flautim said...

Que giro!
Também gostava de visitar!

Já vi na televisão uma coisa dessas do abraço gratuito! =)

 
At 7/8/07 20:13, Blogger Mocho Falante said...

Ora aqui está um destino que gostava de conhecer...obrigado por nos ofereceres esta visita

beijocas

 
At 7/8/07 21:07, Blogger bettips said...

Je suis étonnnée en grand! Merci.
Que bom saber coisas assim fáceis e belas... Bjinho

 
At 7/8/07 22:10, Blogger ANTONIO DELGADO said...

Olá amiga...que ferias!

Gostei muito de ler a sua cronica sobre essa terra de muita cultura, desenvolvimento e originalidade.

Um abraço e continuação de boas ferias

 
At 8/8/07 02:42, Blogger ANTONIO DELGADO said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 8/8/07 02:47, Blogger ANTONIO DELGADO said...

amiga Kalinda obrigado pla visita e pelas mensagem deixada à familia... aqui informo-a da tragédia real.
Uma mãe que só tinha aquele filho ficou sem ele e segundo parece, biologicamente não pode ter mais. A criança veio falecer caind de um tractor que o avô, o pai da mãe da criança,guiava. Ele está num estado miserável como pode imaginar.

Esta família era muito chegada em termos de amizade ao meu pai e eu desde pequenino sempre convivi com os avós maternos da criança. Devido viver fora , mal conhecia esta infortunada Mãe. Brinquei com os pais dela em pequenino, mas são um pouco mais velhos que eu. Senti-me muito incomodado com o sucedido.

um abraço
António

 
At 11/8/07 12:38, Blogger Poemas e Cotidiano said...

Minha amiga! Que preciosidade essa sua viagem! Quantas coisas maravilhosas voce viu e sentiu!
Tambem quero um "abraco gratuito"... que maravilhosa ideia.
Se nao ganha-se uma moeda, ganha-se amor e calor humano! Simplesmente AMEI essa ideia! Fiquei com vontade de inicia-la aqui, na porta da minha casa!
Que lindas fotografias! Quanta cultura "em pacote" voce nos deu.
Um beijo com carinho
MARY

 
At 14/8/07 21:23, Blogger suruka said...

Ora muito bem.
E muito obrigado.
Assim,vou conhecendo um pouco mais duma Terra e costumes que não conheço.

beijos

 

Enviar um comentário

<< Home