terça-feira, julho 10, 2007

Quando estava em Mourão, ao falar com um «compádri alentejano» ele aconselhou-me a pôr gasolina em Espanha, pois estava ali tão perto e, eu que nem tinha pensado nisso...então, como já há muito tempo me questionava:Onde fica Olivença? pensei: vou mesmo entrar em Espanha, ali encostadinha à fronteira com Portugal e vou descobrir Olivença - assim fiz.
Não foi preciso andar muito para encontrar Olivenza, pois é toda espanhola, não tem nada de portuguesa; fiz uma visita e, já à saída de Olivenza captei esta imagem, com a minha máquina. Na imagem vê-se Olivenza ao fundo.
Olivença é daqueles nomes que já todos ouvimos falar. Sabe-se que é uma terra que fica em Espanha, mas que já foi portuguesa e que alguns dizem ainda ser portuguesa. Em traços gerais, isto deve ser tudo o que a maior parte dos portugueses sabe a respeito de Olivença. Poucos a visitaram ou se deram ao trabalho de consultar um livro sobre a história desta vila.
Olivença situa-se no Alto Alentejo, na margem esquerda do Rio Guadiana, próxima de Elvas. Mais de 80% dos oliventinos ignoram os factos e acreditam que Olivença foi trocada por Campo Maior, ou que veio para Espanha no dote de uma Raínha, ou qualquer outra "historieta" sem fundamento histórico. Há quem afirme que Olivença é tipicamente espanhola e os seus habitantes puros espanhóis.
Olivença (em castelhano Olivenza) é uma povoação fronteiriça portuguesa administrada pelo Estado Espanhol, situada no território com o mesmo nome. A soberania Espanhola sobre o Território de Olivença não é reconhecida por Portugal. No âmbito da administração Espanhola, Olivença tem o estatuto de cidade constituindo sede de município, inserido na província de Badajoz, comunidade autónoma da Extremadura. Olivença foi adquirida por Portugal em 1297, e anexada por Espanha em 1801. Olivença está situada na margem esquerda do Rio Guadiana, distando 23 km da cidade de Elvas e 24 km de Badajoz. O território é de forma triangular, com dois dos seus vértices no rio Guadiana. A área total é de 479 km².

De Olivenza fui a Badajoz, onde almocei uma bela de uma «paella» confeccionada por encomenda, no «El Corte Inglês», em seguida visitei a cidade de Badajoz (comprei os famosos caramelos) e atravesso a fronteira, entrando em Elvas.
Já em Elvas, captei esta foto do «Aqueduto da Amoreira».
Elvas é uma cidade portuguesa no Distrito de Portalegre, região Alentejo e subregião do Alto Alentejo, com cerca de 15 500 habitantes.
É sede de um
município com 631,04 km² de área e 23 361 habitantes (2001), subdividido em 11 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Arronches, a nordeste por Campo Maior, a sueste pelo município de Olivença, a sul pelo Alandroal e por Vila Viçosa e a oeste por Borba e por Monforte.
AQUEDUTO DA AMOREIRA: A sua construção iniciou-se em 1498, sob o risco de Francisco de Arruda e, posteriormente, de Afonso Álvares, Diogo Marques e Pero Vaz Pereira que o conclui em 1622. Tem uma extensão de cerca 7.800 metros. A parte principal é rasgada por quatro andares de arcadas que se apoiam em contrafortes cilíndricos. Foi alvo de importantes obras de conservação no século passado.

Etiquetas:

36 Comments:

At 10/7/07 03:15, Anonymous oliventino said...

OLIVENÇA É TERRA PORTUGUESA.

Ver:

www.olivenca.org

 
At 10/7/07 11:04, Blogger Paula Raposo said...

Elvas a cidade dos meus avós. Adoro-a. Beijos.

 
At 10/7/07 11:56, Anonymous patriota said...

Conheço bem a ganância de nuestros hermanos, eles querem mais, agora querem mandar na cidade de Elvas.

Querem criar uma "Eurociudad", juntar Badajoz e Elvas, já pensaram no nome e tudo, BADELVAS.

São muito imaginativos os nuestros hermanos, é pena que ainda não tenham cumprido com o que ficou estipulado na acta final do congresso de Viena, devolver Olivença a Portugal.

OLIVENÇA É TERRA PORTUGUESA

 
At 10/7/07 12:40, Blogger Andreia do Flautim said...

Se olivença é portuguesa porque querem eles lá mandar??

 
At 10/7/07 14:21, Blogger Vieira Calado said...

Excelente post, com informação que, em grande parte, eu desconhecia.
Dá gosto visitar sites destes na net. Vou adicionar aos meus links.
Um abraço

 
At 10/7/07 14:22, Anonymous Cristina Venturini said...

Cheguei ao seu vlog por acaso.. e gostei muito do que li..

A descrição do Hotel de Moura está magnifica.. Digo isto porque além de ser de Moura, trabalho nesse hotel.

Cunmprimentos

 
At 10/7/07 14:41, Blogger melga meiguinha said...

E vi uma reportagem em que os habitantes de Olivença se sentem espanhóis e não querem pertencer de novo a Portugal.
Pudera, lá vivem muito melhor.
Tal como a história da gasolina.
Porque é que eles conseguem e nós não?
Mas esclareço que, memo com pior vida, não queria ser governada por espanhóis, que têm a mania que são superiores a nós em tudo.

Beijocas.

 
At 10/7/07 14:57, Anonymous galego said...

Como sabemos a língua portuguesa tem como berço o galaico-português, o que nos confere uma afinidade muito especial com o povo galego.
Mas segundo várias reportagens que já vi, os nuestros hermanos querem "abafar" o galego. E como isso ainda não lhes chega, proibiram a recepção de rádio e televisão em língua portuguesa.

 
At 10/7/07 16:14, Blogger rosa dourada/ondina azul said...

E a bela reportagem continua.
Obrigada Kalinka, pela belas descrições e pelas fotos.


Beijo para ti,

 
At 10/7/07 17:08, Blogger veritas said...

Estive em Olivença pela primeira vez há cerca de 14 anos e gostei imenso. Tudo o que seja lugares com referências históricas me fascina.Tinha várias ruas com nomes de nobres portugueses. Voltei lá há cerca de dois meses e já não causou em mim o mesmo impacto, achei-a já muito comercial e menos típica. Sinais dos tempos...

Bjs. Boa semana.

 
At 10/7/07 20:42, Blogger papagueno said...

Nunca compreendi esta polémica. Alguém já perguntou aos habitantes da cidade se querem ser portugueses ou espanhóis? Acho que nem é preciso perguntar. Com tanta mediocridade entre os nossos governantes, com os nossos ordenados e nível de vida, nem eu me importava de ser espanhol.
Políticas à parte foi mais uma excelente crónica das tuas viagens.
Beijinhos e bons passeios.

 
At 10/7/07 23:46, Blogger gasolina said...

Mais uma bela reportagem!

Mas em Olivença há portugueses e há espanhóis. E cada um afirma a "sua" nacionalidade.

beijinhos

 
At 11/7/07 01:13, Blogger Vieira Calado said...

Quanto à sua visita à minha terra, vou certamente ver as suas fotografias. Isso é assunto que também me interessa. Até tenho um livro "Lagos Ontem", onde a par de poemas, surgem fotos de como a cidade era, antes de 1960. Está em 2ª ed. e foi publicado pela Câmara Municipal.
Um abraço.

 
At 11/7/07 01:15, Blogger Flôr said...

Mas afinal... é Portuguesa ou Espanhola??!!!!

Pensar que já fomos "donos" de mais de metade do mundo... e que ao longo dos séculos fomos perdendo...perdendo... e actualmente o que nos resta?!

Parabéns pelos teus posts tão interessantes e didácticos.

Sabes, só por curiosidade... Sábado passado ao regressar do Algarve ... sai da Via do Infante... na saida de Ourique-Almodôvar... e não é que me perdi e fiz kilometros e kilómetros pelo meio de extensas e belíssimas planícies Alentejanas? Tudo douradinho.... as vacas e bois... debaixo de um Sol abrasador.... não se via "vivalma" nas ruas das vilas e aldeias por onde passamos... o calor era imenso... adorei os campos de girassóis na zona de Beja... maravilhoso.... e ao ver tudo isso... por instantes... pensei em ti.... pensei na minha amiga da blgoesfera que tão boa anfitriã é do seu calmo e bonito Alentejo... :)

Boa noite e um bom dia de trabalho

Abraço quente, como são quentes as tardes no Alentejo... da Flor amiga :)

 
At 11/7/07 05:39, Blogger O Sibarita said...

Sua menina Kalinka você está uma viajante retada, é isso que nos rejuvenece. Parabéns!

Oi O Sivarita faz um ano hoje 11/07 enão leia o texto que lá está

bjs
O Sibarita

 
At 11/7/07 12:35, Blogger Lusófona said...

Amiga Kalinka!!

Que bela jornada!! Adoro viajar contigo..rsrsrs

Beijinhos e fica bem

 
At 11/7/07 16:46, Blogger António Melenas said...

Olá Amiga,
A verdade é esta. Não vale a pena chorar sobre o leite derramado. Olivença é espanhola para todos os efeitos e o seus habitantes gostam de ser espanhóis e estão-se nas tintas para os nossos arroubos de patriotismo fora de tempo
beijo

 
At 11/7/07 17:04, Blogger Daniel Aladiah said...

Agora já pouco importa, mas que Olivença é nossa é verdade.
Um beijo
Daniel

 
At 11/7/07 17:06, Blogger GarçaReal said...

Belo passeio.Por acaso conheço essa zona.Andei por lá o ano passado.
As fotos são muito giras.
bjs

 
At 11/7/07 17:18, Blogger Ana said...

Sendo espanhola ou portuguesa, Olivenza é linda. Tem vestígios da nossa presença, que eles conservam... e bem. Fico contente de saber que andaste por lá.
Beijinhos, amiga.

 
At 11/7/07 18:33, Blogger peciscas said...

Já andei por essas paragens, mas nunca fui a Olivença (ou Olivenza) de que sempre ouvi falar a prpósito da velha querela sobre a quem pertence.
Mas eu acho que, actualmente, com o esbatimento das fronteiras, essas coisas acabam por quase não ter significado...

 
At 11/7/07 18:46, Blogger Mila said...

O compadri tem sempre boas sabedorias....vou continuar a acompanhar as tuas viagens***

 
At 11/7/07 19:15, Blogger Mário Margaride said...

Olá,

De facto: há muito que existe essa polémica a respeito de Olivença.
Já foi portuguesa, agora é espanhola.
Mas no passado, foi alvo de lutas acesas pela sua posse, entre espanhois e portuguses.

Hoje, parece que está em banho maria essa situação.

Beijinhos

 
At 11/7/07 21:38, Blogger augustoM said...

Ó Elvas, Ó Elvas, Badajoz à Vista.
De lá nem bom vento nem bom casamento!
Um beijo. Augusto

 
At 12/7/07 00:43, Blogger AnaG. said...

Gosto muito de viajar contigo, aprendendo coisa novas.

Quanto a Olivença, não sei porque passou para o domínio espanhol. Há muitas histórias acerca disso.
Não acredito que os habitantes estejam interessados em que passe para o domínio português...

Será sempre o nosso calcanhar de Aquiles....

Beijinhos

 
At 12/7/07 10:34, Blogger Isa&Luis said...

Olá amiga,

Obrigada pela partilha, saí mais rica em conhecimento.

Um dia feliz com muita Luz e Paz

Beijinhos

Isa

 
At 12/7/07 16:17, Blogger Luís Galego said...

tenho que me peneticenciar por nuncater ido a Olivença....enfim!!!

 
At 12/7/07 16:24, Anonymous juíz de direito said...

A igreja da Madalena em Olivença ostenta um dos expoentes máximos da arquitectura portuguesa, o estilo manuelino.

Olivença é terra portuguesa à luz do direito internacional, assim sendo podemos concluir que:

OLIVENÇA É TERRA PORTUGUESA

 
At 12/7/07 16:25, Anonymous juíz de direito said...

A igreja da Madalena em Olivença ostenta um dos expoentes máximos da arquitectura portuguesa, o estilo manuelino.

Olivença é terra portuguesa à luz do direito internacional, assim sendo podemos concluir que:

OLIVENÇA É TERRA PORTUGUESA

 
At 12/7/07 16:50, Blogger legivel said...

... os portugueses que vivem em Olivenza são unânimes numa coisa. Preferem o domínio?! espanhol à administração?! portuguesa. Eles, melhor que ninguém, sabem o que lhes convém.

beijos.

 
At 12/7/07 17:47, Blogger asn said...

Para mim Olivença é terra Portuguesa. Não há discussão possível.
Na teoria do facto consumado estávamos arrumados como Nação Independente. Bem nos podíamos entregar aos Espanhóis!...que os tempos de agora não são como no tempo do cavalo e da carruagem.
OLIVENÇA É NOSSA!
Bjo
António

 
At 12/7/07 21:36, Anonymous cantor said...

Vicente Lusitano foi um ilustre e reconhecido compositor e tratadista musical, nasceu em Olivença - Portugal. O seu percurso internacional fez com que a música portuguesa do seu tempo fosse ouvida na europa, com especial relevo em Itália.

OLIVENÇA É TERRA PORTUGUESA

 
At 12/7/07 22:11, Blogger Miguel said...

Ei chica, isso é que foi passear pela Peninsula Iberica ...!

Obrigado pelo post historico ...!

Bjks da M&M & Cª!

 
At 12/7/07 22:22, Blogger Pepe Luigi said...

Kalinka,
São sempre preciosas as tuas reportagens escritas e fotograficas das tuas viagens.
Tenho estado a gostar imenso.

Um beijinho
do Pepe.

 
At 12/7/07 22:45, Blogger Mocho Falante said...

Assim mesmo é que é querida Kalinka...a viajar e depois a deliciar-nos com estes posts fantásticos...agora vou ler o post das maravilhas até já

Beijocas

 
At 12/7/07 23:55, Blogger Alexandre said...

Bom, deves ter tido um trabalhão para fazeres este post cheio de links úteis. Obg, vou servir-me de alguns deles! Belíssimo!

Fui ao lançamento do livro do António Paiva e gostei muito!

Muitos beijinhos!!!

 

Enviar um comentário

<< Home