terça-feira, novembro 06, 2007

Natureza

No post anterior falei de um passeio até ao Algarve.
Agora, digo-vos que continuo a gozar um período de férias e, a «Natureza» tem sido a minha melhor companhia.



Desde os primórdios da Humanidade que a Natureza tem sido uma inesgotável fonte de inspiração para os artistas. Ela assume uma posição de destaque em todas as formas de expressão artística e a Poesia não é excepção.
Muitos escritores foram seduzidos pela Natureza, uns mais profundamente que outros, revelando as suas obras aspectos da beleza e magia natural, utilizando desde paisagens monumentais, aos mais ínfimos pormenores, os animais, as plantas, infinidades de cores e cheiros.
Todos estes componentes da Natureza são usados como objecto da escrita, como ajuda na transmissão de mensagens, como fonte inspiradora.
Na poesia, dois escritores, ambos americanos, destacam-se pela qualidade da sua obra e pela relação desta com os fenómenos e elementos naturais: Walt Whitman e Robert Frost.
Em primeiro lugar, Walt Whitman. Em primeiro por ser considerado o poeta da Natureza, por esta ser uma presença constante em quase toda a sua obra e pela sua importância na poesia.
Robert Frost mantém com a Natureza uma relação de respeito, claramente menos apaixonada que a de Whitman.
Walter Whitman nasceu em 31 de Maio de 1819 em Nova Iorque. Trabalhou principalmente como jornalista e professor e foi também editor de jornais.
Em Portugal, desde o início da nossa história que a poesia anda, aqui e ali, de braço dado com a Natureza. Na Idade Média as Cantigas de Amigo e as de Amor estão impregnadas de cenários naturais. Os cantos estridentes das aves ilustram amores correspondidos, os mais melancólicos os que não o são.

Todas as imagens são de minha autoria.

Por tudo isto tenho estado ausente do meu kalinka e dos vossos blogues; espero nos próximos dias poder visitar-vos e, entretanto começo a preparar a letra I.

Etiquetas:

10 Comments:

At 7/11/07 07:49, Blogger serenidade said...

Kalinka,

poderiamos ter combinado e seria muito bonito passearmos pelo Porto. Estive fora este fim de semana prolongado, mas não muito longe, era uma questão de termos combinado antecipadamente.
O trabalho que se acumula pelo facto de termos estado uns diazinhos de férias, é chato, efectivamente, mas menos mal, porque aproveitamos para descansar nos dias precedentes.

As fotos estão magníficas.

Obrigada por passar, parar e deixar sua marca no meu cantinho:)

Serenos sorrisos

 
At 7/11/07 08:27, Blogger rosa dourada/ondina azul said...

Que belas fotos nos presenteias e o texto a condizer !

Fica bem, amiga,

Beijo,

 
At 7/11/07 09:46, Blogger Paula Raposo said...

A Natureza é, de facto, uma fonte inspiradora. Estas tuas fotos são lindíssimas! Beijos e continuação de uns óptimos dias de descanso.

 
At 7/11/07 10:19, Blogger ShinningMoon said...

São absolutamente fantásticas estas tuas fotos!
É um dom conseguir "captar" assim a Natureza.
Fico então à espera do teu regresso ao mundo da blogoesfera.
Entretanto, diverte-te muito!!!
Bjitos.

 
At 7/11/07 18:59, Blogger Ana F. said...

Lindaaasss fotos!!!

;-)


Beijinho

 
At 7/11/07 21:50, Blogger jawaa said...

As tuas fotografias são uma beleza, o que escreves também.
Obrigada pela visita, eu moro no Oeste ribatejano, uma região lindíssima.
Abraço

 
At 9/11/07 00:38, Blogger Pitanga said...

Fotos lindas, Kalinka. Que bom que pudeste ver tudo isso de perto!

beijos

 
At 9/11/07 14:25, Blogger Alexandre said...

Apetecia-me viajar também por todos estes lugares que fotografaste. E até tinha oportunidade de o fazer agora! Só não sei por que não o faço...

Muitos beijinhos!!!

 
At 9/11/07 19:54, Blogger Lusófona said...

Que bela companhia!! A Natureza é maravilhosa!

Beijinhos amiga

 
At 14/11/07 15:00, Blogger Marlene Maravilha said...

Deves continuar ausente querida, para depois nos proporcionares estes presentes maravilhosos da natureza! e fotos lindissimas!
beijo grande

 

Enviar um comentário

<< Home