domingo, fevereiro 17, 2008

Letra L

LOUVA-A-DEUS:
O louva-a-deus fêmea é uma parceira perigosa. O macho é mais pequeno e quando acasalam, ela pode tentar comê-lo. O louva-a-deus é um predador paciente e geralmente passa horas à espera de uma vítima, unindo as patas dianteiras, como se estivesse a rezar. Os seus enormes olhos permitem-lhe detectar a aproximação das presas em quase todas as direcções. Mal as apanha ao seu alcance, ataca com rapidez fatal, aprisionando a vítima com as suas patas dianteiras serrilhadas. As suas fortes mandíbulas esmagam qualquer carapaça, por muito dura que seja. Apaixonado: mesmo depois de decapitado, o louva-a-deus macho pode continuar a acasalar! Ouvido: as louva-a-deus são o único animal com um só ouvido. Disfarce: algumas espécies são tão coloridas, que parecem as flores em que vivem. Carnívoras: só comem presas vivas, geralmente outros insectos (e por vezes, o parceiro!)

LEITURA - Quando se sabe ler bem e se desenvolveu o hábito, ler é um prazer que sabe bem ter cultivado. O percurso para adquirir esse hábito é igualmente um prazer e pode ser um prazer partilhado. Na leitura podem-se encontrar/reencontrar as gerações. Pais e filhos, avós e netos, para todos há espaço no mundo das letras e dos livros.

LENDA - As lendas surgem no panorama cultural da humanidade na sua imensa e profunda riqueza de tradições narrativas geradas por um fundo comum de elementos subjectivos de carácter mítico e mistico. A sua função pedagógico moralizadora acontecia naturalmente como uma qualquer função vital do ser humano. E, porque na sua origem, as lendas se tornaram uma forma espontânea, natural e necessária ao Homem na sua existência comunitária, a escrita iria fixá-las para que pudessem ser lidas e se repetissem de geração em geração. As lendas eram tradições narrativas orais que, desde muito cedo, começaram a ser passadas a escrito para serem lidas em cerimónias colectivas, porque a sua forma narrativa era bem recebida pelo povo.

LENGA-LENGA - Existe uma necessidade constante de ascender ao universo dos sonhos, ultrapassando barreiras intransponíveis, movendo-nos no sentido de atingir a frequência onde brilham os poetas, onde se abraçam as estrelas e se destacam os músicos. A LengaLenga surge como uma forma de desmistificação da música, considerando relevante um regresso às origens, uma recuperação do contorno dos sonhos que permaneciam intactos devido à ausência de transparência e limpidez.
Bichinho gato
que comeste tu?
sopinhas de leite
Guardaste-me delas?
Guardei, guardei
Onde as puseste?Atrás da arca
Com que as tapaste?Com o rabo da gata
Sape, sape, sape gato
sape, sape, sape gato.
LINGUAGEM - A língua portuguesa, com mais de 215 milhões de falantes nativos, é a quinta língua mais falada no mundo e a terceira mais falada no mundo ocidental. Idioma oficial de Portugal, Brasil, Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, sendo falada na antiga Índia Portuguesa (Goa, Damão, Diu e Dadrá e Nagar-Aveli), Macau e Guiné Equatorial, além de ter também estatuto oficial na União Europeia, no Mercosul e na União Africana.

LIVRO - Os livros acompanham-nos durante toda a nossa vida.
Os livros são nossos amigos. Encantamo-nos com os desenhos, quando ainda não sabemos ler nem escrever, aprendemos e divertimo-nos com eles.

LÍRIO – A sua forma alongada e elegante é composta por seis pétalas que se reúnem em forma de hexágono, simbolizando, também, os níveis superiores da inteligência. O lírio é originário da Europa, Ásia e América do Norte. Algumas espécies são nativas dos trópicos, de regiões com altitude elevada. Porém, todas as espécies existentes hoje são originárias de vários cruzamentos entre si, dando origem a inúmeras variedades e cores: são os chamados lírios híbridos.
O lírio é uma das flores mais antigas de que se tem notícia, faz parte de uma lista muito antiga de flores que foram consideradas mágicas pelo poder que teria, de protecção contra bruxaria e más vibrações.


LUA - A Lua é o único planeta que tem uma influência directa sobre a Terra, sensível à escala humana. De facto, como se sabe, as marés são provocadas pela atracção da Lua sobre os oceanos; menos conhecido é que a Terra sólida também sofre o efeito de maré, com variações de altura que atingem dezenas de centímetros. O brilho da Lua, também conhecido como luar, não diminui para metade quando ela está em quarto. O seu brilho é apenas 1/10 do que ela tem quando está cheia! Isso deve-se ao relevo da Lua: quando ela está em quarto as partes mais elevadas projectam sombras nas partes menos elevadas e reduzem a quantidade de luz solar reflectida na direcção da Terra.
A lua-de-mel é o período de celebração privada que sucede ao casamento, por parte do marido e da esposa. Há duas versões sobre como se originou a lua-de-mel: Na antiga Roma, o povo espalhava gotas de mel na soleira da casa dos recém-casados. Entre os povos germanos, era costume casar na lua nova, e os noivos levavam uma mistura de água e mel, denominada hidromel, para beber ao luar.

LOCUTOR - Profissional de comunicação social que pertence a função de radialista, sendo a locução um sector daquele.
O locutor pode atuar em várias mídias (Rádio, TV, Internet, Rodeios, Hipermercados, Academias, Esperas telefônicas etc) emprestando sua voz, credibilidade e interpretação aos veículos de comunicação.
Em Teoria da comunicação, o emissor e o receptor também são conhecidos como locutores e o processo de comunicação é chamado de interlocução. A voz é o instrumento de trabalho do locutor e através dela muitos conseguem criar uma magia em volta de si. Uma bela voz não é aquela, tão-somente, grave e aveludada; precisamos ainda de uma boa dicção, articulação e interpretação a tudo que falarmos ao microfone.
LAURENTINA cerveja Laurentina, de Moçambique.


LABIRINTO - Um labirinto é constituído por um conjunto de percursos intrincados criados com a intenção de desorientar quem os percorre. Podem ser construções tridimensionais (como o lendário labirinto de Creta, ou um conjunto de sebes plantadas de forma a proporcionar entretenimento num jardim), desenhos (como os labirintos que aparecem nos jornais como passatempo) – ADORO estes!!!
LAREIRA - Uma lareira é uma estrutura doméstica presente em muitas casas, onde se pode acender um fogo. Consiste num espaço revestido de materiais não-inflamáveis como pedra e tijolo, para se queimar a madeira, e numa chaminé que deixa o fumo e outras partículas sair. Era utilizada para aquecer, cozinhar e iluminar nas antigas habitações, mas hoje em dia é usada principalmente como decoração, ou para aquecer as casas no Inverno. Outrora uma parte essencial de um lar, hoje só algumas casas têm lareira.
Um conjunto de outros acessórios podem acompanhar as lareiras. Nestes contam-se os seguintes: portas frontais para proteger de faíscas, os
cachorros (barras de ferro que suportam a madeira), uma tenaz para mover os troncos em chamas, uma vassoura e uma pá para varrer cinzas, um fole ou abanador para reavivar as chamas, luvas resistentes ao calor, fósforos e acendalhas.
Em sítios com
climas agrestes, ou nas estações frias do ano, a lareira ainda prevalece como centro de um lar - sobrevivendo à televisão. Nestas circunstâncias as pessoas concentram-se em seu redor para conversar ou realizar outras actividades de uma forma mais íntima, desfrutando do calor e do ambiente acolhedor que a luz de uma lareira cria.
Termino por agora, mas ficaram muitas palavras começadas por L para a próxima. Neste final de domingo, e olhando para esta imagem, gostaria de vos convidar a todos os amigos para um convívio, sentados nesta sala à volta da lareira, aceitam o meu convite?

Etiquetas:

36 Comments:

At 17/2/08 20:16, Blogger Gata Verde said...

Lareira...parece-me bem!
Logo num dia chuvoso como este...

Beijinhos
e boa semana

 
At 17/2/08 20:34, Blogger Kalinka said...

O meu próximo projecto pessoal é fazer de «locutora de rádio».
Alguém me dá uma forcinha?
Um empurrãozinho...

 
At 17/2/08 21:51, Blogger Pena said...

Simpática Amiga Kalinka:
Exaustiva e brilhante procura investigativa da letra L. Penso que está completa. Que talento!!!!!!
Que delícia lê-la. Chega a pormenores encantadores, profundos, a sua pesquisa.
Gostei muito de a ler. OBRIGADO por ser assim, tal e qual como é. Magnífica!
Abraço amigo de grandiosa estima e consideração.
Com espanto e pasmo pelo encanto

pena

 
At 17/2/08 22:29, Blogger Victor Nogueira said...

Olá, mana
Como as visitas hoje ainda são poucas, sento-me aqui ao pé de ti para conversarmos e rirmos de coisas tontas, ok?

Bjo
VM
Um desafio meu para o teu dicionário: Luanda e Lisboa

 
At 17/2/08 23:51, Blogger bluegift said...

Muito acolhedor, sim senhora. E com a chuva a cair lá fora mais um chocolatinho quente e uma manta para aquecer os pés, ainda melhor!

 
At 18/2/08 00:05, Blogger Pepe Luigi said...

Bela Kalinka,

Sou um Aquariano casado por sinal também com uma Aquariana.
É um signo que se dá bem com a maioria dos signos incluindo o Aquário.
É verdade, pois fiz 62 anos no dia 6.

Para que não sintas a minha falta aqui vai um beijinho com muita ternura e sinceridade.

Pepe

 
At 18/2/08 10:14, Blogger ShinningMoon said...

Amiga Kalinka!
Sem qualquer relutância aceitaria o teu convite de uma tarde à lareira, enquanto chove lá fora.
Foi o que fiz ontem.
Todo o dia em casa, em pijama, a ver o temporal pela minha janela. E soube tão bem!!!
Boa semana!
Vou dar um pulinho à Pikena!
Ah! Quanto a seres locutora de rádio... não conheço ninguém no meio, mas já sabes que terás todo o meu apoio! Avisa quando o teu programa for para o ar!
Bjitos.

 
At 18/2/08 10:24, Blogger Tiago R. Cardoso said...

Bom "L", interessante e cheio de boa informação.

 
At 18/2/08 11:10, Blogger quintarantino said...

O teu alfabeto, minha cara amiga, é um espectáculo!

 
At 18/2/08 11:33, Blogger Bichodeconta said...

Fiquei maravilhada e com uma enorme vontade de entrar no jogo.. Lindo mesmo, parabéns..um beijinho, ell

 
At 18/2/08 11:35, Blogger Paula Raposo said...

Gostei das palavras começadas pela letra L! Claro que me sento aí ao pé da lareira...beijinhos.O meu email é o mpaularaposo@hotmail.com

 
At 18/2/08 13:56, Blogger augustoM said...

Não é fácil falar da auto-estima, sem definir onde ela acaba e começa uma coisa que Platão chamou de thymos. Auto-estima é uma espécie de auto-consolação, algo que só a nós diz respeito, independente de terceiros, porque quando estes entram nessa avaliação, então estamos em presença do thymos.

Acrescenta LOUCURA – o seu elogio por Erasmo

Um beijo. Augusto

 
At 18/2/08 15:36, Blogger Clotilde S.(canela_e_jasmim) said...

E ainda L. de Liberdade, de loucura, de louvor, mas também de letargia, de lama e de lodo...
Tantos Ls para compôr uma vida!
Um abraço grande my Lovely friend!
Clotilde

 
At 18/2/08 16:57, Blogger as-nunes said...

"Um facto é um facto
e um facto dentro dum copo
É LAURENTINA!.

Lembras-te, Kalinka?
António

 
At 18/2/08 17:57, Blogger anamorgana said...

Eu tamben gostaria de ser locutora de rádio mas... SAUDAÇOES
anamorgana

 
At 18/2/08 20:18, Blogger peciscas said...

Livros e leituras- Sempre!
Locutor- Já fui!
Laurentina- Bebi muitas, quando estava em Timor.

 
At 18/2/08 20:59, Blogger Laurentina said...

Post deveras interessante...muito mesmo.
Só não gosto mesmo nada dos louva-a-Deus!!

Pensei em ti todo o dia.
recebeste o meu mail??

Beijão grande

 
At 18/2/08 22:11, Blogger herético said...

fico-me pelo pelo "rabo da gata"...
e as "sopinhas de leite". que saborosas!...

 
At 18/2/08 23:11, Blogger peciscas said...

Tens "lá" uma maldadezita à tua espera.
Mas é sem compromisso.
Se te baldares, tens todo o mau apoio...

 
At 18/2/08 23:15, Blogger peciscas said...

Não é mau o apoio...mas sim Meu apoio

 
At 18/2/08 23:27, Blogger Luís Galego said...

só faltou a palavra L(uís), uma das mais interessantes....lol...um beijinho e obrigado por mais esta página em laia de dicionário. Bjs

 
At 18/2/08 23:45, Blogger amigona avó e a neta princesa said...

Então e a Liberdade, minha amiga? Hoje a lareira sabia bem...beijos...

 
At 19/2/08 00:46, Blogger Ana said...

Um livro... a lareira ... a lua!
Belo projecto para uma noite fria como a de hoje.
Aceito o convite , pois claro. Aqui me tens com um abraço apertado.

 
At 19/2/08 10:13, Blogger rouxinol de Bernardim said...

«Louva-a-Deus», quem diria, tanta ferocidade com uma postura tão hierática?!

Será que alguns políticos sempre a invocar as coisas de Deus também são, na prática, uns «louva-a-Deus»?

 
At 19/2/08 13:45, Blogger rendadebilros said...

Tens razão, tenho que arranjar um tempinho para vir aqui, o que faço com muito gosto... mas agora somos amis uns arquivadores de p´péis e grelhas e fichas que professores e o tempo esgota-se em nada...
Beijos.

 
At 19/2/08 18:44, Blogger Zé Povinho said...

Aqui está a letra "L" e eu que acabei de acender a lareira. Gostei da explicação para as lendas, tal como gosto de tentar desvendar o que estará por trás de algumas delas.
A sala começa a estar quentinha, uma Laurentina até que não calhava nada mal com uns amendoins ou cajú.
Abraço do Zé

 
At 19/2/08 23:11, Blogger elvira carvalho said...

Passei por aqui. Gostei da escolha dos Ls. Mas faltou um muito importante. Liberdade. Especialmente para quem vive de alma presa.
Um abraço, amiga

 
At 20/2/08 00:49, Blogger FERNANDA & POEMAS said...

Olá amiga Kalinka, muitos beijinhos de carinho.
Fernandinha

 
At 20/2/08 11:24, Blogger O Guardião said...

Livros, Luar, lírios, lareira, tanta coisa boa e bonita com a letra L. O retorno às letras foi agradável.
Cumps

 
At 20/2/08 17:25, Blogger São said...

Bom trabalho de pesquisa.
Fique bem e sua sobrinha também.
Saudações.

 
At 20/2/08 19:20, Blogger aflores said...

Escolho Livro, Leitura, Lareira e...Lua-de-mel ;;)

 
At 20/2/08 19:25, Blogger multiolhares said...

Bem… essa sala para convívio esta demais

Beijinhos
luna

 
At 20/2/08 21:04, Blogger Lusófona said...

Amiga, adoro o teu alfabeto!! :)

Muitos beijinhos e fica bem

 
At 20/2/08 21:48, Blogger MEU DOCE AMOR said...

:)

Adorei a Laurentina

Beijo doce querida Kalinka

 
At 21/2/08 10:03, Blogger elvira carvalho said...

Ontem eu disse que faltava liberdade, especialmente para quem vive de alma presa. Era a segunda vez que vinha ao seu blog. Hoje o seu "grito" veio dizer que eu tinha razão. A amiga vive não só prisioneira de si mesma, dos sonhos, que ruiram à sua volta, daqueles que quer erguer e não encontra força para isso, mas também prisioneira de uma situação laboral que não deve ser nada fácil. No meu cantinho tenho o mail que pode utilizar sempre que sinta necessidade de desabafar. Talvez eu não possa ajudá-la, mas ouvi-la-ei com muita atenção. Entretanto se aceita a minha sugestão, procura ajuda especializada. Me parece que a amiga está muito depressiva e eu sei por experiência própria que não é fácil livrarmo-nos de uma situação assim.
Um abraço

 
At 21/2/08 18:09, Blogger António Melenas said...

Com uma enciclo+édia destas à mão quem precisa de ir, como eu tenho de fazer,subir ao alto da estante para procurar uma e desfolhála até encontra a letra pretemdida?
Excelente iniciativa
Beijo

 

Enviar um comentário

<< Home