segunda-feira, fevereiro 11, 2008

Dia Mundial do Doente

No Dia Mundial do Doente, a minha mensagem é:
Neste dia de afectos, não esquecer que a nossa saúde mental e física beneficia também da atenção e carinho que dedicarmos aos nossos mais próximos e semelhantes.


Não só neste dia, sempre nos devemos lembrar e apoiar o «doente», no entanto, é hábito concentrar as atenções para os dias Nacionais ou Mundiais.
Devemos debruçar-nos com particular solicitude sobre as pessoas que sofrem, chamando a atenção da opinião pública para os problemas ligados às doenças mentais, que já atingem um quinto da humanidade e constituem uma verdadeira e própria emergência sociomédica.
A crise dos valores morais aumenta o sentido de solidão, debilitando e até mesmo comprometendo as tradicionais formas de coesão social, a começar pela instituição da família, e marginalizando os enfermos, particularmente os doentes mentais, muitas vezes considerados como um peso para a família e para a comunidade.
Aqui, gostaria de prestar homenagem a quantos, de diversas maneiras e a vários níveis, trabalham ( eu já o fiz) para que não venha a faltar o espírito de solidariedade, mas que se persevere no cuidado destes nossos irmãos e irmãs, buscando inspiração nos ideais e princípios humanos e evangélicos.
Aos agentes pastorais, às associações e às organizações de voluntariado recomendo que ofereçam a sua ajuda, mediante formas e iniciativas concretas, às famílias com doentes mentais para cuidar, em relação aos quais formulo votos a fim de que aumente e se difunda a cultura do acolhimento e da partilha, graças também a leis adequadas e a planos de saúde que prevejam recursos suficientes para a sua aplicação concreta. Mais urgentes do que nunca são a formação e a actualização do pessoal que trabalha num sector tão delicado da sociedade.
Que a Virgem Santa conforte quantos se encontram assinalados por qualquer enfermidade e sustente aqueles que, como o Bom Samaritano, curam as suas feridas corporais e espirituais.
Já trabalhei em hospitais e estive em contacto directo com o doente; este ano, neste dia especial, tenho uma familiar que precisa de muito amor, carinho e apoio; sinto-me particularmente impossibilitada de a ver feliz, pois tudo faria para a sua cura, se estivesse ao meu alcance...

Etiquetas:

22 Comments:

At 11/2/08 10:23, Blogger Menina do Rio said...

Eu preferia que fosse o dia mundial da saúde...

Um beijinho pra ti

 
At 11/2/08 10:38, Blogger quintarantino said...

Melhor fora como diz a Menina do Rio. Por falar nisso, como anda a "piquena"?

 
At 11/2/08 12:05, Blogger Silvia Madureira said...

Como concordo contigo...

sem dúvida...

Apoiado...

100%

um grande beijo e força

 
At 11/2/08 12:06, Blogger Silvia Madureira said...

Diz para o meu email se existe alguma coisa que possa enviar para a piquena...um livro, um chocolate, flores...algo que a faça mais feliz...

Conta.me como está...

sildav@sapo.pt

beijo

 
At 11/2/08 12:24, Blogger O Profeta said...

E que haja cada vez mais e melhores condições para quem está doente...post muito rico de humanidades...


Doce beijo

 
At 11/2/08 12:47, Blogger Paula Raposo said...

Complicado querer ver os que nos são queridos de saúde e sermos impotentes...beijos.

 
At 11/2/08 13:57, Blogger Era uma vez um Girassol said...

A saúde é de facto o bem mais importante!
Um post com o objectivo de chamar a atenção para os que sofrem de males físicos, psíquicos ou emocionais.
Muito bem, Kalinka!
Souberam-me bem as tuas palavras no girassol...
Obrigada e um beijinho!

 
At 11/2/08 16:47, Blogger Lusófona said...

Eu nem sabia que tinha esse Dia....
Hoje vou agradecer o selo no meu blog. Mais uma vez, obrigada Kalinka Querida ;)

Beijos

 
At 11/2/08 18:25, Blogger peciscas said...

Subscrevo.
Só quem passa por situações em que há falta de saúde, nossa ou de um familiar próximo, é que dá valor a tudo isso.

 
At 11/2/08 18:29, Blogger Luís Galego said...

ignorância a minha...mas n sabia ser hoje o dia do doente. Esquecemos a todo o instante que a saúde é de facto mais importante, incluindo a saúde mental...

 
At 11/2/08 19:33, Blogger Tiago R. Cardoso said...

não sabia que era o dia do doente, mas ainda vou a tempo de te dar os parabéns de te teres lembrado e e mais pelo excelente texto que aqui escrevestes.

é um assunto que me diz muito, estive uma semana internado num hospital e realmente não é nada fácil.

mais uma vez parabéns pelo texto.

 
At 11/2/08 20:17, Blogger herético said...

excelentes as tuas causas....

 
At 11/2/08 20:39, Blogger Silvia Madureira said...

Kalinka...está descansada...eu li com atenção. Eu compreendo. Mesmo assim...se precisares de mim

sildav@sapo.pt

Fiquei triste.

beijo

 
At 11/2/08 23:32, Blogger DelfimPeixoto said...

Estou aqui
http://baudepoemas.blogspot.com/
http://ondasdocesondas.blogspot.com/

 
At 11/2/08 23:43, Blogger Zé Povinho said...

Não sabia que existia este dia do doente e compreendo bem a dor dos que estão doentes e dos familiares que os vêem nessa situação. Tenho acompanhado à distância a situação da Just Things e espero que as coisas se possam vir a resolver a breve prazo.
Abraço do Zé

 
At 12/2/08 01:44, Blogger São said...

Vim desejar que a tua sobrinha se restabeleça rapidamente.
Fica bem!

 
At 12/2/08 11:14, Blogger anamorgana said...

Eu preferia o dia mundial da saúde mas de nao pode ser, desejo que a saúde visite a sua casa e os seus. Saudaçoes
anamorgana

 
At 12/2/08 12:39, Blogger Pena said...

Linda Amiga:
Num deslumbrante Post apela à sensibilidade e o desejo de saúde mental e física da Humanidade.
Está de parabéns!
Revela um espírito admirável de solidariedade e amor às pessoas enfermas.
Sim! Adorei a sua terna e carinhosa atitude num dia como hoje que desconhecia.
Adorei lê-la e apreciar o seu gigantesco carácter de pessoa de bem e da harmonia que transmite carinhosamente a todos.
Sempre a apreciá-la com encanto de maravilhar pelos actos nobres e lindos

Beijinhos amigos de estima e imensa consideração

pena

 
At 12/2/08 14:35, Blogger elvira carvalho said...

Quem dera fosse o dia mundial da erradicação das doenças. Infelizmente sabemos que não pode ser. E ter doentes em casa, e querer curá-los e não podermos é além de frustrante, muito doloroso.
Um abraço

 
At 12/2/08 18:42, Blogger Silvia Madureira said...

Olá:

Hoje a piquena já me pareceu mais esperançada...que bom...

Li aquilo tudo, percebi, as relações humanas são sempre complicadas ...força...

beijo

 
At 12/2/08 20:14, Blogger **Je Vois la Vie en Vert ** said...

Bela iniciativa a tua !
Desejo as melhores ao teu familiar doente !

Quanto ao meu blog, não faço ideia o que é que se passou, de repente, desapareceu todo o contéudo deste. Será que alguém entrou no meu blog e por maldade apagou-o ? Será possivel ? Felizmente, tinha feito uma cópia do Template em Outubro e pude recuperá-lo e colocá-lo. Evidentemente, tenho que refazer as mudanças que tinha feito entretanto. Quanto à mensagens todas... foram-se ! Fiquei um pouco triste, principalmente por ter perdido a homenagem ao meu Pai e os comentários dos meus amigos.
Mas como "Vejo a vida em verde", vou em frente e vou recomeçar do zéro ! É preciso muito para eu perder o meu sorriso de esperança !
Beijinhos verdinhos

 
At 16/2/08 21:23, Blogger Flor said...

Que pudessemos banir todas as doenças, não era!?? como seria bom!...

Para se cuidar de doentes, para além da formação básica, terá que haver também "vocação" para tal.... Não poderão ser robots frios, insensíveis a fazê-lo... isso não!...

A tua sobrinha como está? :) Diz-lhe que continuo a orar por ela... a pedir a Jesus que a ajude a ultrapassar este problema... Eu acredito que JESUS continua a fazer milagres...

Amiga linda, deixo-te o meu Abraçinho bem apertado e de amizade sincera :)

Flor

(Beijoca à tua sobrinhita)

 

Enviar um comentário

<< Home