terça-feira, fevereiro 12, 2008

Procuro-te


Procuro-te.

Esta minha insaciável quimera

provavelmente nunca irá ter fim - não desisto.

Em cada esquina, em cada canto,

vasculho o olhar de todos aqueles

que não pestanejam,

estarás no meio do lixo

que ainda não foi recolhido.

Percorro a estrada e a sua berma

com medo que algo me escape

por entre estas mãos feridas

pela esperança.

Percorro este presente

sempre em busca dessa identidade

ainda sem rosto,

desenhando e voltando a desenhar

cada pormenor até à exaustão.

Não quero provocar a ocasião,

mas também não quero

atrasar esse momento,

quero enganar-me com as palavras,

mas acertar com os sentimentos.

O orgulho de vencer

continua a dar-me forças

para procurar-te por todos os lugares,

infelizmente esse reflexo

ainda não me chegou.

Moldo cada vez mais esta mentira,

esperando que um dia se torne verdade.

Etiquetas:

30 Comments:

At 12/2/08 23:57, Blogger FERNANDA & SONETOS said...

Olá querida amiga Kalinka, adorei o teu poema... belíssimo!!!
Vais encontrar, quem procuras, quando menos esperares.
Beijinho de carinho e amizade.
Fernandinha.

 
At 13/2/08 01:36, Blogger Ana said...

Uma procura que me deixou sem palavras.

Estou de regresso à casa dos amigos e também te vim procurar.
Um beijo e...obrigada.

 
At 13/2/08 10:25, Blogger Tiago R. Cardoso said...

Excelente, muito bem conseguido...

Procura, passamos a vida toda sempre a procura, sempre em busca de algo mais, mal dos que deixaram de procurar.

 
At 13/2/08 11:35, Blogger **Je Vois la Vie en Vert ** said...

Olá Kalinka,
Há mudanças no meu blog. Gostava muito se fosses visitá-lo para ler a mensagem do 11 de Fevereiro. Por isso peço-te também : "Procura-me"
Obrigada
Beijinhos verdinhos

 
At 13/2/08 17:41, Blogger peciscas said...

A vida é, no fundo, uma procura constante.

 
At 13/2/08 18:35, Blogger rouxinol de Bernardim said...

Olá Kalinka!

Oxalá o objecto de tão ansiada procura seja alcançado a curto prazo?

Será o euromilhões?!

 
At 13/2/08 20:36, Blogger aflores said...

Quem procura sempre alcança. Dizem...

xi coração ;)

 
At 13/2/08 22:40, Blogger Nilson Barcelli said...

Excelenete poema cara amiga.
A procura da verdade, por vezes, não é uma linha recta...

Beijinhos.

 
At 14/2/08 00:49, Blogger Victor Nogueira said...

Mana
Alguém aí atrás «leu» mesmo o que tu escreveste? Li a tua msg.
Do mano invisível
Bjo
VM

 
At 14/2/08 08:40, Blogger amigona avó e a neta princesa said...

Deixo aquele abraço de amizade...

 
At 14/2/08 10:21, Blogger Luis Eme said...

Belas palavras, que de tanto procurarem, nos encontram...

abraço Kalinka

 
At 14/2/08 13:43, Anonymous Anónimo said...

um belo poema de quem ama e sente falta de um amor que parece estar ausente . hoje deixo um poema nao para os namorados,mas um poema k vai sair num livro . se te apetecer passa por cá
bjo grande
carla granja
Paixoes e encantos

 
At 14/2/08 13:58, Blogger Paula Raposo said...

Um poema, uma busca, uma quimera...é assim a vida. Beijos.

 
At 14/2/08 14:06, Blogger quintarantino said...

Passando para beber as tuas habituais palavras carregadas de beleza!

 
At 14/2/08 15:02, Blogger poetaeusou . . . said...

*
mensagem standard
*
neste dia, recusa
o manto da solidão,
“ cobre-te de ti “
e sairás renovada(o)
,
in-poetaeusou
,
conchinhas
,
*

 
At 14/2/08 15:56, Blogger Pena said...

Simpática Amiga Kalinka:
Belo. Doce e sentido poema.
OBRIGADO pela sua amizade. Na entrega. Estimá-la-ei muito. Como souber e puder, de acordo?
Procurarei merecê-la. OBRIGADO!
Abraço de amizade pura e estima

pena

Adorei o seu encantador versejar. É lindo!

 
At 14/2/08 16:20, Blogger Laurentina said...

Kalinka,
Venho agradecer e retribuir a tu visita.
Dizer-te tembém que o teu poema é lindissimo e assim que possa vou ter contigo á Moita... Acredita.
Beijão grande

 
At 14/2/08 17:58, Blogger ShinningMoon said...

Lindo!!!!
Gostei mesmo...
A mim, já encontraste!!!
Obrigada pela tua visita e comentário de hoje.
Sim! Sou tua Amiga Virtual! (agora já tens uma ideia de como sou na realidade...)
Bjitos e feliz dia da Amizade para ti também.

 
At 14/2/08 22:39, Blogger herético said...

um poema muito belo. adorei ler...

beijo

 
At 14/2/08 23:12, Blogger Pepe Luigi said...

Cara Amiga Kalinka,
Obrigado pelo teu carinho. Eu também vou estender este Dia de S.Valentim embora do Namorados, mas tambem às Amizades.

Um grande beijinho
Pepe

 
At 14/2/08 23:43, Blogger Mãe e filho said...

Oi prima, adorei o teu poema. A vida é uma constante procura.
Eu ando a trabalhar bastante por isso o pouco k tenho livre passo mais com o meu filho.
Já tenho novo post. Gostaria k fosses ver e se quizeres entra na brincadeira tb. beijos grandes.

 
At 14/2/08 23:56, Blogger Mocho Falante said...

É a regra da vida não é? Buscando sempre algo ou alguém, faz parte da nossa natureza

Uma beijoca muito doce querida Kalinka

 
At 15/2/08 00:12, Blogger elvira carvalho said...

Percorro este presente


sempre em busca dessa identidade


ainda sem rosto,


desenhando e voltando a desenhar


cada pormenor até à exaustão.


Quantas vezes andamos assim, procurando, procurando, e nem vemos que ao nosso lado, as rosas já floriram e as andorinhas fizeram seus ninhos.
Um abraço

 
At 15/2/08 10:06, Blogger amigona avó e a neta princesa said...

Quando tu quiseres combinar o encontro, é só dizeres amiga. moramos perto......Hoje é dia de aniversário! Aceitas uma fatia de bolo?! Beijinhos grandes, minha querida ...

 
At 15/2/08 13:50, Blogger augustoM said...

Procuras? Encontraste um grande amigo.
Um beijo. Augusto

 
At 15/2/08 14:46, Blogger Rui Caetano said...

A busca incessante faz parte da nossa existência. Um bom fim de semana.

 
At 15/2/08 18:43, Blogger Luís Galego said...

O orgulho de vencer


continua a dar-me forças


e força é o que tu tens para dar e vender...bjs

 
At 15/2/08 19:32, Blogger O Guardião said...

Todos procuramos sempre algo na vida. Não conseguimos ter tudo o que desejamos, mas por vezes temos muito que desconhecemos.
A vida por vezes parece-nos injusta, e talvez o seja, no entanto nada nos impede de procurar aquilo que desejamos. Somos afinal humanos.
Cumps

 
At 15/2/08 23:28, Blogger Gata Verde said...

Quem procura...acha!!!
Belo poema

Beijinhos e bom fds

 
At 16/2/08 01:53, Blogger Falando de Amor said...

Nada como passera na web e deparar-se que coisas feitas com tamanho prazer...amei passar por aqui...bjos querida!

 

Enviar um comentário

<< Home