quinta-feira, dezembro 15, 2005

GOTAS DE LUZ


Aqui está a última obra de poesia do meu recente amigo Albino Santos Oliveira.
Tive o prazer de estar na apresentação deste seu «novo filho» no sábado passado, e gostei do que vi. Muitas coisas teria para dizer, sobre as 2 horas que ali estive, mas, há situações que as palavras não conseguem expressar o que nós sentimos cá bem fundo, no nosso interior. Dizer que adorei aqueles momentos, foi com muito gosto que conheci um homem sensível e cheio de ideias para transmitir, um verdadeiro poeta.
Digo que gostei e até me arrepiei ao ouvir a Filomena Martins, que emprestou o talento da sua voz ao dizer de forma sublime os poemas do Albino, e o Carlos Andrade, que com a guitarra na mão nos silenciou e comoveu com as suas canções.
Ao lado do Albino estava Maria Rosa Teixeira Bastos, que o deixou embaraçado com a apreciação que fez das suas letras e, também o Henrique Dória, que prefaciou a obra.
Uma coisa eu vi, o Albino esteve rodeado de verdadeiros Amigos que o conhecem de longa data.
À apresentação seguiu-se uma concorrida sessão de autógrafos.
Ciente de que o seu talento continua, depois de já ter 2 outros livros publicados, antes deste «Gotas de Luz», Albino Santos Oliveira retorna, neste novo livro, para saciar a fome de quem anseia por idéias, oferecendo uma maravilhosa selecção de poesias, qual delas a mais bela...com a qual o leitor se deliciará lendo, por exemplo, esta que escolhi:
AUSÊNCIA
Uma noite perfeita sem ti
Não existe
Não sei alongar-me para além do meu corpo
Por isso
Guardo as tuas mãos nas minhas
E entrego-te o meu sorriso...»
Parabéns Albino.

17 Comments:

At 15/12/05 18:22, Blogger zahnn said...

Bem...Apos longo periodo de desaparecimento volto a aparecer!
Que bom é ter 1 amigo que sabe escrever tao bem!
E que bem que ele escreve!
Este poema que nos deixaste muito bonito mesmo,simples e com as palavras certa!

Beijo grande!

 
At 15/12/05 22:33, Blogger Amaral said...

Como eu compreendo esses momentos que viveste, cheios de emoção, de sensações arrepiantes.
Desligaste-te do tempo, e deixaste-te absorver pelo momento. De uma forma natural, a tua consciência absorveu o estado de ser que criaste, e saboreaste-o, até te comoveres.
O teu espírito elevou-se, sem juizos ou apreciações mentais, e gozou o "amor" por quanto te estava a entusiasmar. Certamente que o final te deixou estranhamente "abatida", mas o que apreendeste não mais se vai soltar. Experiências de que a vida é pródiga!...

 
At 16/12/05 01:01, Blogger Ana said...

Oi Kalinka
Como eu gostava de ter ido contigo.
Aprecio muito a poesia do nosso amigo Frog e gostava de ter estado presente no lançamento de mais um livro seu.
O poema que aqui deixaste é uma prova de que vale a pena lê-lo.
Um abraço, amiga.

 
At 16/12/05 01:06, Blogger margusta said...

Olá Kalinka,
...cheguei aqui através do nosso querido Frog...e que surpresa encontro mais uma merecida homenagem.
Tenho pena de não ter estado por lá...mas de alguma forma estive presente.
Mais uma vez os meus Parabens ao Frog e a ti Kalinka por tão bonita homenagem e partilha deste momento.
fica bem.

 
At 16/12/05 01:07, Blogger Pink said...

Olá! Aqui estou a retribuir a visita ao meu cantinho e a matar a curiosidade! Gostei do que vi de relance, mas é tarde e terei de voltar com mais calma noutra altura.
Entretanto, deixo um comentário a este post: merecido pelo Albino, o nosso Frog. Bela a tua escolha para apresentares o livro!

Um beijo

 
At 16/12/05 18:10, Blogger mfc said...

Uma boa indicação para uma prenda de Natal...
Gostei do modo e empenho com que descreveste a apresentação do livro.
A amizade não tem mesmo preço.

 
At 16/12/05 19:46, Blogger Mocho Falante said...

Ora aqui está uma boa dica para uma prenda de Natal!!!!!!

Ainda por cima tenho de ir comprar uma daqui a pouco...quem sabe se não esbarro com este livro lá na livraria...vou anotar o nome para dar uma espreitadela

beijocas

 
At 16/12/05 20:19, Blogger peciscas said...

Pela amostra que aqui deixas e pela descrição que fazes, parece que "temos poeta !"
Se calhar, mais um desses talentos que por aí há e que não merecem a divulgação que outros conseguem ter, se calhar com menos qualidade mas com mais habilidade.

 
At 16/12/05 21:01, Blogger Kalinka said...

ZAHNN:
É verdade...que bom ter um novo amigo, que sabe escrever tão bem.
Estou a ler o livro dele, lentamente, para poder saborear todas as belas palavras que ele escreve em forma de poesia.

AMARAL:
«DESLIGUEI-ME DO TEMPO E DEIXEI-ME ABSORVER PELO MOMENTO...» tens toda a razão. E como é bom isso acontecer...!!!
Estas são as belas experiências de que a vida é pródiga. Um momento inesquecível que proporcionei a mim mesma, em tão curto espaço de tempo, num final de tarde de sábado, em Gaia.

 
At 16/12/05 21:07, Blogger Kalinka said...

ANA:
Pois, digo o mesmo, como eu gostaria que tivesses ido comigo...

Sim, vale mesmo a pena lê-lo, e eu escolhi o poema mais pequeno que existe no livro, mas gostei tanto dele, que não resisti.
Temos k estar mais vezes em contacto para saberes onde vou e se queres ir comigo também.
Bom fim de semana e beijokas.


MARGUSTA:
Muito obrigado pela sua 1ª vez, aqui no meu kalinka.
Que bela surpresa me fez...!!!
Gosto deste género de surpresas e ainda bem, que através do nosso querido Frog me encontrou.
Espero que tenha gostado do que viu e volte mais vezes a visitar-me. Ficarei super Feliz.
Bom fim de semana.

 
At 17/12/05 00:21, Blogger Miguel said...

Merecida homenagem!

A amizade é isso mesmo!
Estar presente e manifestar todo o nosso apoio em momentos fulcrais da vida de um amigo!

Queria agradecer, se me permites, pelo teu comentário no post da matilde!

Obrigado do fundo do coração!

Um Bom FDS e Bjks da Grande Pequenina Matilde!

 
At 17/12/05 20:15, Blogger Luís Monteiro da Cunha said...

Desencontrados... ou não!

Que pena, não lhe ter falado!
Adoraria.

Talvez na próxima... quem sabe.

o Albino, merece todas as palavras que ouviu...

Bom domingo
e foi um prazer conhecer este cantinho.
Gosto da musica assim, suave, acolhedora...

 
At 18/12/05 02:57, Anonymous Angela said...

Pelo poema que li deve mesmo ser um excelente escritor. Não conhecia ele, mas através de ti vi que é merecedor de tal homenagem. Beijos

 
At 18/12/05 23:07, Blogger AS said...

Minha querida amiga... tanta bondade deixa-me sem palavras...

Abraço-te com profundo carinho. Neste abraço envolvo a gentilileza que todos tiveram comigo.

Muito obrigado

 
At 19/12/05 23:32, Blogger Kalinka said...

PINK
MFC
MOCHO FALANTE
PECISCAS:
Agradeço a todos vós os comentários k aqui deixaram, embora o «blog» seja meu, essas vossas palavras eram mais dirigidas para o «poeta Albino» que merecidamente as pode aki ler, pois o mérito é todo dele, e ainda bem que alguns de vós pensam em oferecer como prenda de Natal, o seu belo livro.
Eu já o tenho, e estou a adorar ler o que ele lá escreveu.
Temos mesmo Poeta e dos Bons...!!!
Beijokas.

 
At 19/12/05 23:40, Blogger Kalinka said...

MIGUEL
BUFAGATO
ÂNGELA:
Sobre os vossos comentários, que dizer? Miguel, não escrevi para a Matilde p/me agradeceres, foi mesmo do fundo do coração, a sério.
A homenagem é mais que merecida, é o mínimo k posso fazer por ele, depois de ter estado presente no lançamento do seu belo livro de poesia.
Bufagato...que pena termos estado tão próximos, e não nos termos conhecido. Muito obrigado pelas suas palavras sobre o meu cantinho, mas faço o melhor que posso, para cá receber os Amigos.
Sim, Ângela, um dia se leres as poesias que estão escritas neste belo livro do Albino «Frog», verás que a homenagem é singela demais para a pessoa em questão. Beijokas

 
At 19/12/05 23:45, Blogger Kalinka said...

FROG:

MEU QUERIDO AMIGO...não é BONDADE, mas sim, MÉRITO TEU que tem que ser reconhecido e divulgar a quem ainda não conhece...
SEM PALAVRAS fico eu, ao ler as tuas belas poesias que fazem parte do livro, com que nos presenteaste numa época tão bonita, o Natal.
Muito trabalho tiveste, muito talento expuseste, agora é aguardar o resultado disso tudo.
Também te abraço com muito carinho.

 

Enviar um comentário

<< Home